Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Merrill Lynch paga US$ 80 mi para encerrar caso Enron


Da AFP

17/03/2003 | 15:25


O banco Merrill Lynch anunciou esta segunda-feira que chegou a um acordo de princípio com as autoridades da bolsa americana (SEC), que prevê o pagamento de uma multa de US$ 80 milhões para acabar com a investigação sobre sua responsabilidade na falência da Enron.

Apesar de aceitar o acordo extrajudicial, o banco não admitiu ter cometido um comportamento reprovável.

A Merrill Lynch deseja "resolver a investigação e deixar para trás este assunto", afirma um comunicado. "Neste caso, a Merrill Lynch, como sempre, tem cooperado plenamente com os legisladores e pediu a todos os seus funcionários que também cooperem", informou a empresa de Wall Street.

As autoridades suspeitam que em 1999 a Merrill Lynch aceitou uma transação fictícia "que a Enron precisava para cumprir seus objetivos de resultados".

A Enron faliu em dezembro de 2001, depois da revelação de vários casos de manipulação contábil, que permitiram à empresa ocultar enormes dívidas dos investidores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Merrill Lynch paga US$ 80 mi para encerrar caso Enron

Da AFP

17/03/2003 | 15:25


O banco Merrill Lynch anunciou esta segunda-feira que chegou a um acordo de princípio com as autoridades da bolsa americana (SEC), que prevê o pagamento de uma multa de US$ 80 milhões para acabar com a investigação sobre sua responsabilidade na falência da Enron.

Apesar de aceitar o acordo extrajudicial, o banco não admitiu ter cometido um comportamento reprovável.

A Merrill Lynch deseja "resolver a investigação e deixar para trás este assunto", afirma um comunicado. "Neste caso, a Merrill Lynch, como sempre, tem cooperado plenamente com os legisladores e pediu a todos os seus funcionários que também cooperem", informou a empresa de Wall Street.

As autoridades suspeitam que em 1999 a Merrill Lynch aceitou uma transação fictícia "que a Enron precisava para cumprir seus objetivos de resultados".

A Enron faliu em dezembro de 2001, depois da revelação de vários casos de manipulação contábil, que permitiram à empresa ocultar enormes dívidas dos investidores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;