Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians ignora liderança e só pensa na vitória sobre o Flu


Das Agências

05/10/2005 | 08:45


Mesmo se perder para o Fluminense, às 21h50 de quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Corinthians continuará numa posição privilegiada na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro por causa da anulação dos 11 jogos apitados por Edílson Pereira de Carvalho. Mas o técnico Antônio Lopes prefere não correr riscos e escalou seu time com o claro objetivo de impedir a vitória do adversário.

Terça-feira, por exemplo, Lopes não teve receio em colocar o milionário elenco alvinegro para treinar um dos fundamentos básicos do futebol: o passe. Foi quase uma obsessão. Toda a movimentação realizada em Volta Redonda esteve voltada para o setor defensivo do time paulista. Os atacantes Nilmar e Tevez só tiveram o trabalho de recolher as bolas espirradas. A única mudança, por opção tática, foi a entrada de Bruno Octávio no lugar de Fabrício no meio-campo.

"Não, não pode errar", "perdeu aí, já era", "presta atenção com os espaços", foram os gritos de Lopes para os atletas durante a movimentação tática. Ao final do treino, o treinador explicou que ficou preocupado com o excesso de passes errados na vitória, por 3 a 2, contra o Brasiliense e, assim, optou por tentar resolver o problema de imediato.

"No futebol, quem errar mais de 10% dos passes, como fizemos contra o Brasiliense, está ferrado", enfatizou Lopes. "O passe é o elemento principal do jogo. Se errar esse fundamento, vai correr atrás da bola o tempo inteiro e não vai fazer mais nada em campo." Ao final da movimentação, o treinador ficou por cerca de dez minutos conversando reservadamente com Marinho, Marcelo Mattos e Betão, que retorna ao time. Lopes explicou que tentou reforçar com os atletas a necessidade de diminuir os espaços dos jogadores do Fluminense e explorar os contra-ataques.

De volta ao time após cumprir suspensão, Betão não se mostrou incomodado com a atividade específica na véspera do jogo. Destacou ainda que era necessário para o time não repetir os erros cometidos contra a equipe do Distrito Federal. "Ele (Lopes) nos pediu para não deixarmos os jogadores do Fluminense pararem a bola e pensar no que vão fazer como, por exemplo, o Felipe sempre faz".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;