Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Novo premiê ucraniano inicia negociações para formar governo


Da AFP

09/09/2005 | 10:24


O novo primeiro-ministro da Ucrânia, Yuri Yekhanurov, começou as consultas nesta sexta-feira para formação de um governo, destacando que a destituição da popular Yulia Tymoshenko e de sua equipe não significa uma mudança na orientação pró-ocidental da antiga república soviética. Yuri Yekhanurov, 57 anos, aliado do presidente ucraniano, Viktor Yushchenko, se reuniu com os atuais ministros e com os líderes dos partidos do país um dia depois de sua nomeação.

Segundo a rede russa de televisão NTV, Yekhanurov se instalou no gabinete na sede do governo e encontrou, no novo escritório, um bilhete da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko desejando "boa sorte".

À espera da formação de um novo Gabinete, os analistas já fazem as primeiras conclusões da queda do governo nascido da "revolução laranja", depois de apenas sete meses de trabalho. "Agora que os inimigos jurados já não estão no governo, poderão ser reunidas as condições para a criação de um novo Gabinete, verdadeiramente unido e orientado para as reformas", afirmou a corretora ucraniana Dragon Capital.

"A longo prazo acreditamos que esta decisão abrupta se verá justificada, na medida em que as lutas de poder posteriores à revolução, exacerbadas pela proximidade das eleições parlamentares, ameaçam relegar completamente as reformas a um segundo plano", acrescentou Dragon Capital.

O mesmo sentimento impera em Moscou, onde a corretora Renaissance Capital opinou que a destituição de Yulia Tymoshenko "coloca de novo a iniciativa política interna nas mãos de Yushchenko".

"A política da Ucrânia de integração européia decidida pelo presidente permanece sem alterações", declarou o atual ministro ucraniano das Relações Exteriores, Boris Tarassiuk, em uma conversa telefônica com Javier Solana, Alto Representante para a Política Externar da União Européia.

"É a mesma direção que assumimos ante o mundo inteiro durante as eleições presidenciais", afirmou Oleh Rybachuk, novo chefe da administração presidencial.

Um dia depois da destituição de Yulia Tymoshenko, uma figura muito popular na Ucrânia, os observadores se perguntam até onde esta decisão significa uma fragmentação do campo "laranja". Um dos conselheiros de Tymoshenko, Serguei Ossipenko, resumiu o estado de espírito de seus partidários ao qualificar de "traição" a atitude do presidente.

Viktor Yushchenko destituiu todo o Gabinete na quinta-feira, esperando silenciar as acusações de corrupção contra sua equipe, retomar a confiança e encerrar a primeira grave crise política depois da revolução laranja do final de 2004.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;