Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Raquel é a única brasileira a participar de Fórum Mundial

Arquivo pessoal Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

13/02/2011 | 07:02


Antes de completar 5 anos, a mineira Raquel Helen Santos Silva, hoje com 19, já tinha perdido a mãe e o pai. Foi criada pela avó e três tias. Sempre estudou em escola pública. No entanto, nada a impediu de lutar por seus objetivos. "Às vezes, as pessoas criam rótulos e definem o que você vai ser para sempre. É tudo questão de oportunidade."

O esforço a levou a ser a primeira jovem brasileira no Fórum Econômico Mundial, realizado na última semana de janeiro em Davos, Suíça. O evento anual reúne líderes de quase todos os países, grandes intelectuais e empresários para discutir problemas e o futuro do planeta.

Raquel e mais quatro adolescentes - da Índia, Nova Zelândia, Israel e Estados Unidos - foram selecionados entre 1.500, pelo programa Global Changemakers do British Council, que reúne jovens que fazem a diferença na sua comunidade. Durante o encontro, acompanharam palestras e debates com gente muito importante, como Bill Gates e Bill Clinton, e postaram comentários em um blog do jornal Washington Post.

"Uma das coisas que aprendi foi manter os pés no chão e saber qual era o verdadeiro motivo de estar ali: representar a juventude e o Brasil." Lá a garota teve a oportunidade de apresentar o projeto da ONG React and Change (www.reactandchangebr.com/LAYS.html), que desenvolve ações para tornar jovens socialmente mais engajados e combater a violência contra a mulher.

A mobilização social de Raquel vem da infância. Aos 9 anos, iniciou trabalho voluntário no grupo de dança da igreja que frequentava. "Sempre tive noção de que é preciso ajudar o próximo." Agora, ela sonha ser diplomata; para isso, cursa Relações Internacionais na PUC-MG e Ciências do Estado na UFMG.

Antes de chegar ao Fórum Econômico Mundial, Raquel participou do programa Jovens Embaixadores (organizado pela Embaixada dos Estados Unidos), em 2008. O projeto abriu muitas portas. Em 2009, integrou o encontro estudantil Darwin e a Ciência Hoje, na Inglaterra. Em 2010, esteve na conferência sobre mulheres Woman2Woman America, nos Estados Unidos, e no Global Youth Summit, na Inglaterra.

Será sorte? "Fiquei sabendo por e-mail de amigos e resolvi me inscrever para participar. Minha família não teria condições de pagar intercâmbio para mim. Lógico que não é fácil, mas se quero, vou atrás e vejo no que vai dar."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;