Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Hoje é seu dia. Muito cuidado

Há quase 50 anos, o presidente americano John Kennedy instituiu o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor


Carlos Brickmann

15/03/2009 | 00:00


Há quase 50 anos, o presidente americano John Kennedy instituiu o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. Há quase 30 anos, a ONU assumiu a iniciativa. Os quatro direitos básicos do consumidor - você, caro leitor - são informação, segurança, escolha e participação.

O Dia do Consumidor ocorre em todo o mundo em 15 de março - mas no Brasil a festa deveria ocorrer apenas em 1º de abril. Só em 2008, só na cidade de São Paulo, houve 27.747 reclamações no Procon contra 2.839 empresas. Isso inclui apenas quem foi ao Procon. Não inclui a imensa maioria que deixou pra lá.

A líder das reclamações, pelo terceiro ano seguido, é a Telefônica: 3.615. Justifica-se: não é apenas o serviço mal prestado, mas também a falta de consideração com o cliente. Esta é a grande queixa do leitor Antônio Carlos de Almeida Morisco, a quem querem vender um Speedy embora ele já o tenha em casa. (Todas as histórias aqui citadas estão em www.brickmann.com.br/artigos.php).

Mas não é só a Telefônica. O publicitário Raul Cruz Lima decidiu comprar dois monitores no Wal-Mart para dar de presente de Natal. Comprou, pagou a vista, e só recebeu um - depois do Natal. Quanto ao outro? Não entregam, ponto.

Mas não são só multinacionais desrespeitando nativos. As nacionais também. Veja o tratamento que Dionísio Birnfeld recebeu da Gol em Fernando de Noronha. O avião pifou. Os passageiros foram largados no aeroporto por dez horas, sem assistência, sem água ou comida, sem ter para onde ir. É uma vergonha!

JOGANDO PARA ...
Não leve muito a sério as declarações de dirigentes do DEM de que podem apoiar tanto Serra quanto Aécio para a Presidência. Poder, podem; se mudarem as circunstâncias, muda o candidato. Mas a ideia é passar para a opinião pública a imagem de que o partido aceitará qualquer decisão dos aliados tucanos. Por isso não dizem que Serra, aliado do principal dirigente do DEM, Gilberto Kassab, é o melhor candidato: é o que eles acham, mas vão esperar que o PSDB decida.

...A TORCIDA
Aliás, terminado o jogo de cena, o pessoal do DEM foi jantar com Serra - não sem prometer a Aécio que também irão jantar com ele. Um dia desses.

NOME NOVO
O candidato do presidente Lula ao governo paulista é Antônio Palocci. Calcula o presidente que Serra não vai querer a candidatura de Alckmin, que Kassab precisará continuar na Prefeitura, cumprindo as promessas que fez, e que os candidatos disponíveis da aliança DEM-PSDB não são fortes. Seria uma ótima oportunidade para relançar politicamente o deputado e ex-ministro Palocci, abatido no auge do prestígio pela violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo. Só que Palocci depende de decisão judicial, que o considere inocente no caso Francenildo. Caso Palocci não seja candidato, o favorito é o ministro da Educação, Fernando Haddad, que tem boa imagem e realizações a mostrar. A fofoca: até seus amigos gostam de chamá-lo de Fernando Vaidad.

CADÊ? CADÊ?
Talvez seja falha deste colunista. Mas alguém terá visto, ouvido ou lido alguma manifestação de gente do governo contra a movimentação criminosa do MST-Via Campesina, que jogou cupim em toras de madeira, na Aracruz, destruiu plantações de cana na Cosan e quebrou as portas de um ministério?

EL MST DE LA ENERGÍA
Amanhã, na livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, o jornalista Tão Gomes Pinto, excelente profissional, lança o livro Itaipu - Integração em Concreto ou Uma Pedra no Caminho. É a hora certa para a edição deste livro, que narra a história dos acordos que culminaram na decisão de construir Itaipu: o presidente paraguaio Fernando Lugo, estimulado por decisões de países vizinhos de confrontar o Brasil sem qualquer consequência, quer multiplicar o preço da energia que nos vende. É energia produzida numa usina construída por brasileiros, com financiamento obtido pelo Brasil. Mas, deve achar Lugo, e daí?

DEVOLVA O QUE PEGOU
Por falar em vergonha: dos 81 senadores, só seis pediram a seus funcionários que devolvam as horas extras que lhes foram pagas em janeiro, mês em que o Congresso não funcionou (aliás, raramente funciona, mas em janeiro não houve nem simulação). Devolver é moleza: quem quiser repor o dinheiro que embolsou tem dez meses de prazo. Mas por que devolver, se dá para ficar com ele?

AS PRÉVIAS, POIS É
Todo mundo no PSDB já se declarou a favor das prévias para a escolha do candidato à Presidência. Mas, sabe como é, há tantas dificuldades! O ex-presidente Fernando Henrique, fechado com Serra, já lembrou que tanto Aécio quanto Serra têm Estados a administrar, e não podem ficar viajando pelo País atrás de apoio dos diretórios. Como dizia a antiga piada, enquanto os dois governadores estiverem disputando prévias, quem vai tomar conta da lojinha?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;