Economia Titulo Afirma IBGE
Passagens aéreas recuam 9,88% em junho, impacto de -0,06 p.p no IPCA
10/07/2024 | 11:41
Compartilhar notícia
FOTO: Tânia Rêgo/Agência Brasil


Após um aumento de 5,91% nos preços impulsionados pelos feriados em maio, as passagens aéreas recuaram 9,88% em junho, dando a maior contribuição para conter a inflação no País no mês. O item teve um impacto de -0,06 ponto porcentual sobre a taxa de 0,21% apurada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho, divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"Teve em maio alguns feriados, como o Corpus Christi, aí teve essa alta,

e agora os preços caíram em junho", apontou André Almeida, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE. "Os preços mais altos por conta do feriado em maio geraram uma base de comparação mais elevada, que fez com que tivesse essa queda das passagens aéreas em junho", completou.

Os gastos das famílias com Transportes passaram de uma alta 0,44% em maio para um recuo de 0,19% em junho, uma contribuição de -0,04 ponto porcentual para o IPCA.

Os combustíveis subiram 0,54% em junho. Houve altas na gasolina (0,64%, impacto de 0,03 ponto porcentual) e no etanol (0,34%), mas quedas no óleo diesel (-0,64%) e no gás veicular (-0,61%).

O transporte por aplicativo recuou 2,81% em junho.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;