Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Desarmamento: semana de debates


Renan Cacioli
Do Diário do Grande ABC

24/09/2005 | 07:27


Debates, palestras, formação de novos comitês. Nesta semana, a frente favorável ao desarmamento promete investir pesado na divulgação de suas idéias pelo Grande ABC, liderada, principalmente, pelo deputado estadual Vanderlei Siraque (PT), que promoverá três audiências públicas sobre o tema. Em Diadema, a expectativa era pela presença do deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), em evento programado para segunda-feira na Câmara Municipal. Mas, alegando compromissos em Brasília, Greenhalgh já avisou que não comparecerá.

Na segunda-feira, Vanderlei Siraque abre a seqüência de três audiências na região, com palestra marcada para a Câmara de Rio Grande da Serra. O evento desloca-se para a Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Santo André, na terça, e para a Cesa Vila Linda, também no município andreense, na quarta. Todas as palestras começam às 19h30.

Também na quarta-feira, às 8h, será formado o Comitê pelo Desarmamento do Grande ABC, na Câmara de Santo André. Já no dia 30, o Comitê Pelo Desarmamento em Santo André, presidido pelo Insefusa (Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André), lançará seu manifesto, também no Legislativo do município, às 19h. "A idéia é para que possamos ter um comitê em cada cidade da região", explica Siraque.

De acordo com o deputado estadual, estes comitês pretendem integrar a população à questão do desarmamento através de reuniões, passeatas e distribuição de material alusivo ao tema. "O objetivo é que não fique só no âmbito do parlamento. A sociedade civil também precisa participar", afirma o petista. Além de políticos, serão convidadas igrejas, ONGs, sindicatos, associações comerciais e industriais, além do Fórum de Cidadania do Grande ABC.

Para fazer parte do comitê, a pessoa interessada tem duas opções: comparecer em algum dos eventos (dias 28 e 30) e assinar o manifesto, ou entrar em contato com a Insefusa, pelo telefone 4438-3411. O site do Instituto é o www.fsa.br/insefusa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Desarmamento: semana de debates

Renan Cacioli
Do Diário do Grande ABC

24/09/2005 | 07:27


Debates, palestras, formação de novos comitês. Nesta semana, a frente favorável ao desarmamento promete investir pesado na divulgação de suas idéias pelo Grande ABC, liderada, principalmente, pelo deputado estadual Vanderlei Siraque (PT), que promoverá três audiências públicas sobre o tema. Em Diadema, a expectativa era pela presença do deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), em evento programado para segunda-feira na Câmara Municipal. Mas, alegando compromissos em Brasília, Greenhalgh já avisou que não comparecerá.

Na segunda-feira, Vanderlei Siraque abre a seqüência de três audiências na região, com palestra marcada para a Câmara de Rio Grande da Serra. O evento desloca-se para a Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Santo André, na terça, e para a Cesa Vila Linda, também no município andreense, na quarta. Todas as palestras começam às 19h30.

Também na quarta-feira, às 8h, será formado o Comitê pelo Desarmamento do Grande ABC, na Câmara de Santo André. Já no dia 30, o Comitê Pelo Desarmamento em Santo André, presidido pelo Insefusa (Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André), lançará seu manifesto, também no Legislativo do município, às 19h. "A idéia é para que possamos ter um comitê em cada cidade da região", explica Siraque.

De acordo com o deputado estadual, estes comitês pretendem integrar a população à questão do desarmamento através de reuniões, passeatas e distribuição de material alusivo ao tema. "O objetivo é que não fique só no âmbito do parlamento. A sociedade civil também precisa participar", afirma o petista. Além de políticos, serão convidadas igrejas, ONGs, sindicatos, associações comerciais e industriais, além do Fórum de Cidadania do Grande ABC.

Para fazer parte do comitê, a pessoa interessada tem duas opções: comparecer em algum dos eventos (dias 28 e 30) e assinar o manifesto, ou entrar em contato com a Insefusa, pelo telefone 4438-3411. O site do Instituto é o www.fsa.br/insefusa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;