Economia Titulo
Presidente do BC chinês diz que manterá política acomodatícia para apoiar recuperação econômica
19/06/2024 | 11:27
Compartilhar notícia


O presidente do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês), Pan Gongsheng, afirmou nesta quarta-feira, 19, que manterá a política monetária acomodatícia para apoiar a recuperação econômica do país, em discurso preparado para evento e divulgado no site do BC chinês. Pan comparou a situação da China com a de outras grandes economias globais, notando que o início da flexibilização monetária de economias desenvolvidas foi adiado para o final de 2024, aumentando, por exemplo, a distância entre os juros chineses e os dos EUA.

"Nossa situação é diferente: a política monetária está acomodatícia e provê suporte financeiro para a recuperação contínua da economia", ressaltou o presidente do PBoC. "Vamos manter esta instância de acomodação e fortalecer ajustes cíclicos para criar um bom ambiente monetário e financeiro para o desenvolvimento econômico e social da China."

O dirigente ressaltou o compromisso do BC chinês em manter também a estabilidade do yuan e em evitar riscos de desvalorização excessiva, mas apontou o "papel decisivo" do mercado na formação das taxas de câmbio.

O PBoC tem utilizado diversas ferramentas de política monetária de modo extensivo para atingir ambos os objetivos, lembrou Pan, como baixar a taxa de compulsório bancário (RRR, em inglês), a taxa de juros monetária e os juros do mercado financeiro.

Segundo ele, ferramentas macroprudenciais e estruturais de política monetária também devem passar a ser utilizadas, entre elas: financiamento para empresas de inovação tecnológica e combinação de políticas de suporte ao mercado imobiliário - por exemplo, reduzir pagamento mínimo para empréstimos de habitação pessoal e estabelecer financiamento para moradias de baixo custo.

Outras medidas devem intensificar a regulação do comportamento de mercado para garantir a transmissão da política monetária, revitalizar fontes de financiamento existentes, melhorar a eficiência do uso de fundos e prevenir riscos financeiros.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;