Internacional Titulo
Lula ao G7: 'Em Gaza, vemos o legítimo direito de defesa se transformar em direito de vingança'
14/06/2024 | 12:49
Compartilhar notícia


O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, mencionou o conflito entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza durante discurso na Cúpula do G7, nesta sexta-feira, 14. Ele criticou o que chamou de "violação cotidiana do direito humanitário".

"Em Gaza, vemos o legítimo direito de defesa se transformar em direito de vingança. Estamos diante da violação cotidiana do direito humanitário, que tem vitimado milhares de civis inocentes, sobretudo mulheres e crianças", afirmou o presidente do Brasil.

Lula acrescentou: "Isso nos levou a endossar a decisão da África do Sul de acionar a Corte Internacional de Justiça."

Na ocasião, o presidente brasileiro também propôs uma conferência internacional para tratar da questão ucraniana e disse que o Brasil condenou a invasão russa "de maneira firme".

Segundo texto divulgado pelo Palácio do Planalto, o presidente afirmou que "instituições de governança estão inoperantes diante da realidade geopolítica atual e perpetuam privilégios".

Além disso, afirmou que "o ano de 2023 viu o gasto com armamentos subir em relação a 2022, chegando a 2,4 trilhões de dólares".




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;