Esportes Titulo Satisfeito após os 2 a 0 sobre o Vasco
Abel exalta apresentação ofensiva do Palmeiras
14/06/2024 | 00:38
Compartilhar notícia
FOTO: Cesar Greco/SE Palmeiras


Abel Ferreira estava extremamente satisfeito após os 2 a 0 sobre o Vasco, no Allianz Parque. Em dia no qual o resultado poderia ser até mais amplo, o treinador disse que se tivesse pagar um jantar a alguém seria "para todo o elenco." Mesmo com Estêvão se destacando, o português gostou do apresentado por todo o grupo.

"Alguns jogadores baixaram rendimento nos últimos jogos, o que é normal e natural. Mas a exigência sempre foi alta. Tivemos um período com o jogo ofensivo não fluindo tão bem como essa primeira parte hoje. Foram os melhores 25 minutos que vi o Palmeiras fazer, a cada dois minutos um arremate, muita dinâmica... Os jogadores desfrutaram, sendo agressivos", afirmou o técnico.

Na visão de Abel Ferreira, ter o elenco "fresco" (descansado) após pausa de quase 10 dias sem jogos foi vital para uma resposta boa em campo. A ideia é que o time continue aproveitando o vento a favor.

"É um momento que o vento forte bate na nossa caravela e temos de ajustar as velas para ir na direção certa. A gente sabia que quando começasse (competições internacionais) perderíamos alguns jogadores para as seleções, mas não contava tantos por vendas. Algumas situações já sabíamos, que Endrick ia sair, algo que pode tirar algum foco", disse o técnico, surpresa com algumas vendas, como do zagueiro Luan.

"Era uma verdade que viriam as vendas, agora foi o Luis (Guilherme, acertado com o West Ham), o Estêvão está pronto (para sair). A moeda europeia é muito forte e difícil de competir contra eles. Temos essas questões para resolver, mas possíveis chegadas, que só vou falar quando chegarem, o Felipe Anderson já foi anunciado."

Abel Ferreira ressaltou que o Palmeiras vem recebendo muito assédio de clubes europeus, muitos de Portugal, mas disse que espera não perder mais peças. "Muitos estão ligando para nossos jogadores e não tem mais hipóteses de sair. Não vão haver muitas mexidas e não vou voltar a experimentar jogadores", explicou, "fechando" o grupo.

"Quero que todos que estejam aqui assumam liderança para agregar cada vez mais e para mantermos essa toada. Temos de jogar sempre como fizemos hoje", pediu, feliz pela apresentação do elogiado zagueiro Naves. "Fez belíssimo jogo em duelo individual com um jogador forte e muito bom pelo alto (Vegetti)."

Depois de frustrar a torcida ao não escalar Dudu, o treinador explicou que foi um pedido do atacante. "Ele já está com a gente faz alguns dias, conversei há dois dias, ontem e hoje falei de novo com ele. A verdade é que ainda não se sente 100% confortável, já fez jogo-treino bom, mas há algumas coisas que o incomodam. Ele me falou: 'Não estou confortável para jogar, mas gostaria de ir com a equipe' e aceitei."




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;