Esportes Titulo Patrocínio
Corinthians notifica intermediária de acordo; explicação é para 'laranja'
25/05/2024 | 18:10
Compartilhar notícia
FOTO: Reprodução


O Corinthians enviou na última quarta-feira uma notificação extrajudicial à Rede Media Social Ltda, intermediária do acordo com a Vai de Bet, cobrando explicações sobre pagamentos à Neoway Soluções Integradas em Serviços Ltda, suposta empresa "laranja". O clube também solicitou a EY investigação do contrato para esclarecimentos.

Ao assinar com a Vai de Bet, o Corinthians fechou o maior acordo de patrocínio do futebol brasileiro. A marca do ramo de apostas ofereceu R$ 360 milhões para estampar o espaço mais nobre da camisa corintiana por três temporadas. O acordo prevê o pagamento de R$ 10 milhões em cada um dos 36 meses de contrato.

O contrato prevê o também pagamento de 7% do montante líquido de cada parcela à Rede Media Social Ltda. Ou seja, 700 mil por mês ao longo de três anos, resultando em R$ 25,2 milhões ao fim do contrato. Com CNPJ ativo desde janeiro de 2021, a empresa possui um capital social declarado de R$ 10 mil e está no nome de Alex Fernando André, mais conhecido como Alex Cassundé, membro da equipe de comunicação de Augusto Melo. Ele tem até duas semanas para se manifestar.

Segundo reportagem publicada na coluna do jornalista Juca Kfouri, no UOL, após os pagamentos da comissão, a Rede Social Media Ltda repassou o parte dos valores por meio de PIX à Neoway Soluções Integradas em Serviços Ltda, empresa com endereço na Avenida Paulista que serviria como "laranja". Ao comentar o assunto, o Corinthians afirmou que "o clube destaca que não guarda responsabilidade sobre eventuais repasses de valores a terceiros".

A Vai de Bet se mostrou incomodada com as recentes denúncias e sinalizou, por meio de um comunicado oficial, a possibilidade de tratar da rescisão do contrato, caso a situação venha a persistir. "Durante as últimas semanas, a Vai de Bet pediu informações ao Corinthians em ocasiões variadas e realizou reunião presencial na sede do clube no dia 8 de maio, além de ter enviado um comunicado à diretoria na última segunda-feira", diz parte do texto.

"Desde o primeiro momento, a Vai de Bet foi contratada por um agente intermediário sobre a possibilidade de se firmar um acordo para patrocínio master do Corinthians, e foi conduzida pelo referido interveniente até a diretoria do clube para o início das negociações", diz outro trecho do comunicado. A casa de apostas disse ainda que não participou de outros acordos envolvendo a Rede Media Social.

Cassundé trabalhou na campanha de Augusto Melo a convite de Sergio Moura, superintendente de marketing do Corinthians. Moura pediu afastamento do cargo após a polêmica vir à tona. Ele também estava sofrendo pressão no cargo por não conseguir fechar outros patrocínios para a camisa do clube.

Na sexta-feira, o Corinthians anunciou que Yu Kin Lee, diretor jurídico, e Fernando Perino, diretor jurídico adjunto, se desligaram do clube após pedido de demissão. Eles foram contratados no início da gestão de Augusto Melo, ficando apenas cinco meses nos respectivos cargos.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;