Setecidades Titulo Gestão ambiental
Santo André ganha prêmio em congresso nacional de saneamento da Assemae

Iniciativa vencedora do Semasa e da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos foi trabalho técnico socioambiental das obras de construção e reforma de ecopontos

Da Redação
24/05/2024 | 12:11
Compartilhar notícia
FOTO: Divulgação/Semasa


Santo André ganhou em 1º lugar, na noite desta quinta-feira (23), um prêmio pelo Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental que foi desenvolvido com as obras de construção e reforma de 12 Estações de Coleta. A iniciativa é do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de André) e da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos.

O reconhecimento ocorreu durante apresentação do artigo sobre o tema no 52° Congresso da Assemae (Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento). O trabalho "Educação ambiental e comunicação social na implantação de Estações de Coleta no município de Santo André" foi selecionado entre 127 projetos da categoria "Serviço de Saneamento". Ao todo, três iniciativas foram premiadas.

"Ganhar este prêmio simboliza o reconhecimento desse importante trabalho intersetorial de gestão ambiental realizado pelo Semasa, que uniu educação ambiental, comunicação social e gestão adequada de resíduos sólidos. O mais importante é que esta ação foi pautada no envolvimento e na participação da população, de zeladores dos ecopontos e de trabalhadores das cooperativas de reciclagem", comemora a coordenadora da iniciativa e gerente de educação ambiental da autarquia, Elaine Cristina da Silva Colin.

O objetivo do trabalho socioambiental, desenvolvido em 12 bairros do município entre 2022 e 2023, foi informar e sensibilizar os munícipes sobre a importância dos ecopontos.

A iniciativa contemplou um diagnóstico socioambiental para compreender hábitos e percepções da população referente à gestão de resíduos sólidos, ações de comunicação e diálogo social, visitas e oficinas com os moradores, além de formações com zeladores das Estações de Coleta e trabalhadores das cooperativas de reciclagem de Santo André. Trata-se, portanto, de uma importante ferramenta para potencializar o protagonismo social nas questões ambientais e contribuir com a formulação de políticas públicas.

O trabalho socioambiental foi realizado por meio do programa Sanear Santo André, que recebe financiamento de US$ 50 milhões pela CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina)

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS 

O Semasa também apresentou mais um trabalho técnico no congresso da Assemae para representantes de autarquias, departamentos, companhias e agências reguladoras de todo o Brasil.

Com o artigo "Departamento de Resíduos Sólidos: 25 anos de avanços, aprendizados e desafios", o público pôde conhecer a evolução da gestão de resíduos ao longo desses anos com a execução de obras, projetos, programas, planos municipais, decretos e outras ações que visam fortalecer a coleta seletiva, diminuir pontos de descarte irregular de resíduos, ampliar a vida útil do Aterro Sanitário Municipal, melhorar os serviços públicos e promover políticas públicas para profissionais envolvidos com esse tema, como os catadores.

Também foram abordados os desafios e algumas soluções inovadoras e criativas projetadas pela autarquia, com o objetivo de solucionar problemas socioambientais agravados pelas mudanças climáticas.

O 52° Congresso Nacional de Saneamento da Assemae ocorre de 20 a 24 de maio, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. 




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;