Política Titulo Acusação
Luiz Fernando: São Bernardo virou ‘balcão de negócios’ sob Morando

William Dib, que será companheiro de chapa do petista como pré-candidato a vice, insinua que transações são ilícitas e defende investigação

Camila Pergentino
23/05/2024 | 21:54
Compartilhar notícia
FOTO: André Henriques/DGABC


O deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT), pré-candidato ao Paço de São Bernardo, acusou nesta quinta-feira (23) o atual chefe do Executivo, Orlando Morando (PSDB), de ter transformado a Prefeitura em “balcão de negócios”. O termo foi utilizado em entrevista concedida ao lado do ex-prefeito e pré-candidato a vice, William Dib (PSB), defendeu ampla investigação dos contratos fechados pelo tucano nos últimos sete anos e meio.

“Ele não faz mais política. Quando você vende um imóvel de uma Prefeitura, que não poderia ser vendido jamais, por exemplo, o prédio da Secretaria da Educação, para dar 5% de entrada e o saldo em 24 parcelas, isso é um negócio”, declarou o deputado estadual, ao se referir a venda do imóvel público, concluída em março do ano passado, que abrigava a Pasta no bairro Nova Petrópolis, área nobre da cidade. “Hoje, São Bernardo virou um balcão de negócios”, completou o petista.

Luiz Fernando e Dib visitaram nesta quinta-feira (23) a sede do Diário, em Santo André. Ao ser questionado sobre se a dupla suspeitava de corrupção no governo, o pré-candidato a vice defendeu apuração. “Como a Prefeitura não foi feita para fazer negócio, deve ser investigado se houve alguém favorecido, mas não obrigatoriamente o negócio é ilícito.”

A dupla jogou suspeitas também sobre a gestão da saúde na cidade, cuja crise se acentuou após seis mortes suspeitas no Hospital da Mulher. Luiz Fernando comparou a situação atual com a época em que seu colega de chapa administrou o município, de 2003 a 2008. “Os médicos, à época do doutor Dib, eram funcionários da Prefeitura ou da Fundação do ABC. Ele (Morando) acabou com essa possibilidade. Hoje, a Fundação quarteiriza. A saúde já é terceirizada, e a Fundação quarteiriza. E pasmem, o quarteirizado contrata quinterizados. Porque é um PJ (Pessoa Jurídica) que contrata outros PJs. Isso é negócio.”

A união entre Dib e Luiz Fernando foi anunciada oficialmente na quarta-feira – a informação havia sido adiantada pelo Diário. Dib foi um dos principais críticos do PT durante os primeiros mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de 2003 a 2011, tanto em sua época de prefeito de São Bernardo (2003-2008) quanto como deputado federal (2011-2015). O deputado estadual brincou: “O improvável se tornou provável”.

Luiz Fernando e Dib argumentaram que são os únicos pré-candidatos que fazem oposição a Morando, apontando que o deputado federal Alex Manente (Cidadania) e o ex-vice-prefeito e ex-deputado federal Marcelo Lima (Podemos) são adversários de fachada do atual chefe do Executivo.

“O doutor Dib vê esse consórcio desde lá de trás. Na reeleição do Orlando Morando, o Alex Manente estranhamente se retira. Ele era pré-candidato à Prefeitura e chegou a trabalhar nesta pré-candidatura. Era o Orlando prefeito, o Marcelo como vice e Alex Manente. Tanto que o braço direito do Alex era o André Sicco, e foi secretário. Os vereadores ligados ao Alex votaram em 100% de todos os projetos do Orlando até hoje”, disse o petista.

Dib declarou que Morando loteia a administração para os dois “aliados”. Manente teria o controle de três secretarias, enquanto Marcelo comandaria sete.

JARDINEIRO

Dib disse que Morando afastou indústrias e pessoas de São Bernardo. “Ele conseguiu reduzir o ICMS de São Bernardo, o melhor imposto, em 30% em oito anos. Vende tudo e acha que a cidade está bem.” Ele acusou o tucano de gastar com paisagismo em vez de saúde, educação e segurança. “Ele precisa ser um jardineiro, fazer demonstração de que a cidade está bonita.”

‘Lula estará na campanha tantas vezes quantas forem necessárias’

O deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT) disse que o presidente da República virá a São Bernardo, pelo menos uma vez na campanha, para pedir voto para ele e para o vice, que será o ex-prefeito William Dib (PSB). “Lula estará na campanha tantas vezes quantas forem necessárias”, assegurou.

“Pela primeira vez, o doutor Dib terá a honra de ter o voto de Lula, já que ele vota em São Bernardo. Nós estamos organizando quantas vezes ele virá para cá. É fato que, na polarização que nós temos, a presença do Lula vai ser muito importante”, declarou Luiz Fernando ao ser indagado sobre a participação do presidente na campanha.

Na opinião do deputado estadual, o Brasil continua polarizado entre direita e esquerda, fenômeno que teria sido desencadeado nas duas últimas eleições presidenciais com a participação de Jair Bolsonaro (PL). “O bolsonarismo quer ficar. Não veio para ter apenas uma participação. Ele é forte, está enraizado. Elegeram muitos governadores, elegeram a maioria da bancada na Câmara, que é muito grande e violenta.” 

O presidente Lula deverá vir para São Bernardo nos principais momentos, segundo Luiz Fernando. “A presença do presidente é real. Vai participar no comício. No fim das nossas eleições, nós (historicamente) tivemos ele andando na Rua Marechal Deodoro em cima de um carro. Nós devemos ter da mesma forma a presença dele. Se a gente precisar de mais de uma vez, ele virá.”

Na visão do deputado estadual, São Bernardo é uma “cidade lulista”. “Lula perdeu duas eleições para o Fernando Henrique Cardoso e uma para Fernando Collor de Mello, mas em São Bernardo ele ganhou. Depois, todas as que ele disputou, 2002, 2006 e 2022, ele ganhou. A Dilma (Rousseff) ganhou em 2010 e 2014. Nós só perdemos uma eleição em São Bernardo, que foi em 2018, com o Bolsonaro e Doria.”

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) também deverá participar desta campanha, conforme disse Luiz Fernando. No entanto, a frequência de vezes que os representantes do Executivo no Brasil virão ainda não está consolidada, porque há outras cidades que a chapa deverá transitar. Lula, todavia, disse mais de uma vez que São Bernardo, onde mantém domicílio eleitoral, é prioridade do PT.

“Ele tem que ir para Maceió, Natal, Fortaleza, Manaus. E não estamos falando de um jovem. É certeza que ele vem durante a campanha pelo menos uma ou duas vezes. E se nós formos para o segundo turno, não vamos liberar ele”, finalizou.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;