Setecidades Titulo Memória
A lição de Roberto Apo Ambrosi. O abraço de Moacyr Franco. Grande ABC revive seus grandes dias... Recebe artistas. Canta com eles.

São dois acontecimentos musicais neste maio mês de Maria. Apo em Rudge Ramos, Moacyr no Carlos Gomes. Para ficar na história

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC
25/05/2024 | 08:00
Compartilhar notícia


Por isso, “Memória” faz questão de registrar as datas com exatidão: o 2 de maio de Moacyr Franco no Cine-Teatro Carlos Gomes; os dias 18 e 19 de maio da apresentação de Roberto Apo Ambrosi no Teatro Lauro Gomes.

Moacyr abraçou o casal José Clovis e Solange Vieira Nolasco, divulgadores da sua música, da sua carreira. O casal das “Memórias Musicais” atua voluntariamente e foi recebido com apreço pelo sempre entusiasmado Moacyr Franco.

Roberto Apo Ambrosi, italiano de Maróstica, atravessou o Atlântico para cantar para nós. Show beneficente. Transplantado de fígado, Apo Ambrosi doa toda a arrecadação de bilheteria para associações que cuidam de pessoas com problemas de fígado.

Em São Bernardo, a doação foi realizada para a associação Guadalupe da Madre Adriana, pois não temos na região uma entidade que cuide, especificamente, deste problema de saúde. O cantor marosticense também visitou o CAMP, dos menores patrulheiros. Conheceu a obra. Almoçou com os campistas.

No palco do Teatro Lauro Gomes, Roberto Apo Ambrosi emocionou a plateia, que o acompanhou nas canções italianas que sempre lembram momentos importantes de suas vidas.

Querem conhecer Apo? Assistam neste sábado ao programa “Canta Itália”, deste surpreendente Marquitho Riotto, em reprise. Roberto Apo Ambrosi cantará para vocês e com vocês.

   

ATRAÇÕES

No “Canta Itália”, o talento de Roberto Apo Ambrosi. Hoje, às 23h.

“Memórias Musicais”. Amanhã, às 15h. Em destaque, duas doces rivais, Elis Regina e Cláudia. 

Rádio ABC AM (1570) e FM (81.9). Marquitho e o “Canta Itália” também na Rádio Web Spaghetti, de São Bernardo.

NAS ONDAS DO RÁDIO

Alô, alô, Repórter Esso, alô...

Texto: Milton Parron

O Repórter Esso foi um noticiário histórico do rádio e da televisão brasileira criado com a finalidade de divulgar as notícias atualizadas da Segunda Guerra Mundial. 

Experimentalmente ficou no ar na Rádio Farroupilha de Porto Alegre por um pequeno período e oficialmente estreou na Rádio Nacional do Rio de Janeiro em agosto de 1941 sendo também transmitido pela Record, em São Paulo.  

Em 1944, além da Nacional e Record também começou a ser transmitido pela Inconfidência de Belo Horizonte, Jornal do Comércio do Recife e Farroupilha.  

Tinha quatro edições diárias, as 8h, 12h55, 20h25 e 22h55.  

Na televisão, o Repórter Esso foi apresentado na TV Tupi de 10 de abril de 1952 a 31 de dezembro de 1970.  

Em São Paulo seus locutores mais famosos foram Casimiro Pinto Neto, conhecido por Bauru, Kalil Filho, Benedito Ruy Rezende e, o mais importante de todos, Dalmácio Jordão,

No Rio, os principais foram locutoes foram Eron Domingues, Alberto Cury e Roberto Figueiredo. 

No programa “Memória” deste final de semana temos depoimentos de vários deles e também de Haroldo Barbosa, primeiro supervisor do importante noticioso e um dos criadores, junto com o maestro Carioca, da sua famosa vinheta de abertura e encerramento.  

Também entrevistas com os apresentadores da última edição do Repórter Esso, Roberto Figueiredo no Rio de Janeiro (falecido) e Dalmácio Jordão, em São Paulo, este último vivo e com saúde. 

Memória - Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (86.3 e 90.9). A história do Repórter Esso. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, a partir das 22h, amanhã às 7h, com reprise na sexta-feira, dia 24 de maio, às 23h. Também disponível nas principais plataformas digitais, no Spotify e no Apple PodCast.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Quarta-feira, 25 de maio de 1994 – Edição 8708

MANCHETE – PTB quer Braido para o Senado.

O partido insistia em um nome do Grande ABC para a vaga; ex-prefeito de São Caetano, Walter Braido, reagia com indiferença e dizia que não iria aceitar o convite.

ECONOMIA – Basf inaugurava nova sede em São Bernardo, a “Casa do Futuro”, no quilômetro 20 da Rodovia dos Imigrantes.

ADEUS – O jornalista Onofre Leite, ex-secretário de Redação do Diário, falecia aos 63 anos. Atuou no jornal entre janeiro e setembro de 1971 e foi sepultado no Cemitério de Vila Euclides.

EM 25 DE MAIO DE...

1904 – Do correspondente do Estadão em Rio Grande (da Serra) - Por ocasião das solenidades de Santa Cruz, foi encontrado, em abandono, no coreto do leilão, um menino de dez dias mais ou menos. A criança foi entregue aos cuidados da família do Sr. Francisco Pinto de Moraes, “enquanto a mãe degenerada goza as delícias da perversidade lá pelo Alto da Serra”.

HOJE

Dia do Trabalhador Rural

Dia da Indústria e do Industrial

Dia da Costureira

Dia do Massagista

Dia Nacional da Adoção.

MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Quatro cidades aniversariam em 25 de maio: Camamu e Canavieiras, na Bahia; Catarina, no Ceará; e Catolé do Rocha, na Paraíba.

Santa Maria Madalena de Pazzi

25 de maio

Virgem carmelita: Itália, Florença, 1566 – 2607.

Fonte e ilustração: Canção Nova




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;