Esportes Titulo
Zverev vira diante de Tabilo e encara Jarry em sua terceira final no Masters 1000 de Roma
17/05/2024 | 18:47
Compartilhar notícia


Pela terceira vez na história, o alemão Alexander Zverev chega à decisão do Torneio de Roma. Campeão em 2017 e vice em 2018, o terceiro favorito do torneio virou diante de Alejandro Tabilo e encara Nicolás Jarry, também do Chile, em busca de seu sexto título em 11 decisões de um Masters 1000 na carreira.

Único Top 10 a chegar nas semifinais em uma edição repleta de zebras em Roma, Zverev teve de lutar muito para evitar novo resultado surpreendente. Depois de levar 6 a 1 no primeiro set, manteve a concentração para buscar o triunfo, com 7/6 (7/4) e 6/2 e findar a ótima campanha de Tabilo, algoz de nomes de peso, casos do líder do ranking, Novak Djokovic, e do russo Karen Khachanov.

Aplaudido de pé com a vitória, o sexto do ranking mundial agradeceu o apoio e chegou a dizer que os italianos o "consideraram" o substituto de Jannik Sinner, principal nome do país e ausente por causa de lesão.

"Acho que a Itália é um dos três países onde recebo mais apoio. Me sinto italiano quando jogo aqui, recebo muito carinho, apoio e energia todas as vezes. Normalmente os aplausos são para os azarões e hoje eu senti todos do meu lado e isso me ajudou muito e me deixou mais feliz", comemorou, após fechar a semifinal.

O jogo não foi nada fácil para Zverev. Com início arrasador, o chileno precisou de apenas 32 minutos para fechar a parcial em 6 a 1, quebrando o serviço do favorito por duas vezes.

O equilíbrio foi a marca do set seguinte. Sem nenhuma quebra, a definição acabou no tie-break e o alemão mostrou-se mais concentrado para empatar a partida. Apesar de sair com 2 a 0 contra, Zverev buscou logo a igualdade e fechou no segundo set point. A parcial final foi toda do favorito, que abriu logo 5 a 1 com duas quebras, fechando por 6 a 2 e vibrando muito.

O segundo jogo do dia também terminou após três sets. Mas, desta vez, sem virada. Após ganhar o primeiro set, o chileno Nicolás Jarry foi melhor no set decisivo e avançou com 6/3, 6/7 (3/7) e 6/3 sobre o americano Tommy Paul.

O jogo começou equilibrado e foi igual até 4 a 3, quando Jarry quebrou e depois sacou para fechar em 6 a 3. No segundo set, o chileno abriu 4 a 2 e não sustentou. No tie-break, saiu com desvantagem de 4 a 0 e acabou caindo com 7 a 3.

Repetindo as parciais anteriores, Jarry também conseguiu abrir vantagem. Depois de salvar um break point e fazer 3 a 2, ele pressionou o saque do americano e buscou a quebra. Serviu b em e ficou em posição cômoda na partida, com 5 a 2. Paul ainda fez mais um ponto, mas não conseguiu devolver a quebra (teve dois breaks após salvar quatro match points) e caiu após novo 6 a 3.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;