Setecidades Titulo Latrocínio
Polícia Civil prende um dos responsáveis pela morte de médico em São Bernardo

Vítima foi encontrada na própria residência com uma corda amarrada no pescoço; Seccional ainda investiga outros dois indivíduos

Beatriz Mirelle
20/04/2024 | 12:00
Compartilhar notícia
Reprodução


A Polícia Civil de São Bernardo prendeu, na noite desta sexta-feira (19), um dos responsáveis pela morte de um médico no Rudge Ramos. A vítima, identificada como Aurélio Tadeu de Abreu, candidato a vereador em 2020, foi encontrada na própria residência com uma corda no pescoço e as mãos amarradas com fio de carregador de celular. O caso, registrado inicialmente como homicídio no 2º DP (Distrito Policial) da cidade, foi esclarecido com menos de 12 horas de investigações e confirmado como latrocínio (roubo seguido de morte). A apuração do delito continua para identificar outros dois indivíduos que participaram do crime.

Ao Diário, a delegada Kelly Cristina Sacchetto Cesar de Andrade, titular da Delegacia Seccional de São Bernardo, explica que o setor de homicídios do município conseguiu identificar um dos autores a partir de câmeras de segurança. “Os agentes tomaram conta do local, fizeram perícia e verificaram que se tratava, na verdade, de um latrocínio. Com imagens de segurança, chegaram a um dos autores. Ontem (sexta-feira), por volta das 21h30, prenderam esse individuo, que confessou o crime. Existem outros dois envolvidos. Pelas câmeras, conseguimos ver que eles chegaram em um veículo, que já foi apreendido, e subtraíram o carro da vítima, que já foi encontrado. Também roubaram cinco rodas de liga leve e celular. Talvez tenham levado dinheiro, mas ainda não temos essa informação concreta. As investigações prosseguem.”

De acordo com a delegada, os indícios apontam que a vítima conhecia um dos criminosos. Por isso, permitiu que eles entrassem na casa. “A residência dele é muito estranha. Ele fazia procedimentos estéticos lá. Muito provavelmente, ele conhecia uma das pessoas (que participou do crime) e que deve ter levado os outros dois para a casa. Essa é a atual linha de investigação.”

Com a prisão de um dos envolvidos, Kelly Cristina reforça que a Seccional de São Bernardo mantém índice de 100% de esclarecimento dos casos de homicídio e latrocínio que ocorreram na cidade. "Em menos de 12 horas, prendemos o autor.”

O CASO

A morte de Aurélio Tadeu de Abreu, 48 anos, aconteceu na Rua Agostinho César Bassoli, no Rudge Ramos, e foi registrada nesta sexta-feira (19), por volta das 18h. Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia o encontrou no chão da sala, com as mãos amarradas para trás e uma corda enrolada no pescoço. "Ao que tudo indica, a morte havia ocorrido há algumas horas. Gravações da noite anterior foram obtidas de modo que foi possível observar movimentação de pessoas no local", indica o documento.

A partir das imagens, os agentes identificaram que três pessoas (dois homens e uma mulher) foram até a casa da vítima em um veículo crossfox preto. Horas depois, os criminosos saíram do local, com um deles dirigindo o carro de Aurélio de Abreu. Com a placa do crossfox, a Polícia chegou ao endereço de Diego Fernandes, 29 anos, que confessou o crime e segue à disposição da justiça.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;