Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uretrite

Doença inflamatória ou infecciosa da uretra...


Leo Kahn

27/09/2012 | 00:00


Doença inflamatória ou infecciosa da uretra, canal que conduz a urina da bexiga para o exterior e pode ser causado por bactérias, fungos, vírus e parasitas. As uretrites inflamatórias são ocasionadas na maioria das vezes, de traumatismo externo ou interno, tais como: ordenhar a uretra após urinar, masturbação, trauma da uretra no coito, uso de sondas ou instrumentos cirúrgicos através da uretra, em indivíduos hospitalizados e/ou submetidos a cirurgias urológicas. 

As infecções bacterianas do trato urinário inferior são mais comuns em recém-nascidos do sexo masculino que do sexo feminino, tornando-se dez vezes mais comuns em meninas durante a infância, e 5% das adolescentes apresentam infecção do trato urinário. Entre os indivíduos com idade entre 20 e 50 anos, as infecções no trato urinário são cerca de 50 vezes mais comuns em mulheres que em homens. As ocasionadas pelo vírus do herpes simples tipo 2 afetam o pênis no homem e podem afetar a vulva, o períneo, as nádegas, o colo uterino ou a vagina na mulher. Quando a uretra é afetada, a micção pode tornar-se dolorosa e o esvaziamento da bexiga pode ser difícil. As que ocorrem por fungos do trato urinário são causadas mais comumente pela cândida em indivíduos com sonda vesical. Raramente, outros tipos de fungos, como os causadores da blastomicose ou da coccidiomicose, podem também infectar o trato urinário.

Diversos parasitas podem causar infecções do trato urinário. A tricomoníase é doença sexualmente transmitida que pode produzir corrimento vaginal abundante. Nos homens, a tricomoníase geralmente é assintomática, apesar de poder causar inflamação da próstata. O diagnóstico de uretrite normalmente é realizado considerando apenas os sintomas, quando a secreção esta presente, é coletada amostra, o swab uretral, para que o micro-organismo infeccioso possa ser identificado e realizado o tratamento mais adequado.

SINTOMAS
- O sintoma mais comum é desconforto urinário sob forma de ardência e/ou dor ao urinar e, às vezes, sensação de ‘coceira' na parte terminal da uretra, e também necessidade frequente e urgente de esvaziar a bexiga.
- Nos homens, a uretrite comumente inicia com secreção uretral, se a causa é o gonococo, a secreção é purulenta. 
- A uretrite causada por outros micro-organismos à secreção é mucosa. Infecção vaginal pode causar dor durante a micção quando a urina, a qual é ácida, passa sobre os lábios vaginais inflamados.
- Na presença de sintomas como os descritos acima, é fundamental consultar-se com médico ginecologista ou urologista. 

SAIBA MAIS
- Nas mulheres o micro-organismo geralmente desloca-se da vagina para a uretra. 
- Os homens apresentam probabilidade muito menor de apresentar uretrite. 
- Os adolescentes masculinos raramente apresentam esse problema.
- Entre os idosos, as infecções tornam-se mais comuns tanto entre os homens quanto entre as mulheres, com menor diferença entre os sexos.
- Mais de 85% das infecções do trato urinário são causadas por bactérias presentes no intestino ou vagina. No entanto, as bactérias que invadem o trato urinário comumente são eliminadas pela ação de descarga da bexiga durante a micção.
- Infecção gonocócica da uretra não tratada ou tratada inadequadamente pode causar estenose uretral. A estenose aumenta o risco de uretrite em região mais alta da uretra e, ocasionalmente, pode acarretar a formação de abscesso em torno da uretra. 
- As uretrites infecciosas podem ser classificadas como DST, assim a sua prevenção pode ser conseguida pelo uso de preservativo durante a relação sexual. 
- Outra medida é o tratamento de todas as pessoas infectadas, para interromper a cadeia da transmissão do micro-organismo.
- Outra causa de ureterite é a lentidão do fluxo urinário devida atividade nervosa defeituosa de parte do ureter. 
- As porções do ureter com atividade nervosa defeituosa podem ser removidas cirurgicamente.
- A uretrite também pode aparecer devido à sensibilidade química que resulta em irritação, tais como espermicida em preservativos, geleias, cremes ou espumas contraceptivos. Também pode ser causada por trauma devido à inserção de objeto na uretra. 
- O aumento do risco está associado a homens com idade entre 20 e 35 anos, múltiplos parceiros sexuais e aqueles expostos a comportamento sexual de alto risco como o não uso de preservativos e ter relações sexuais anais. 
- Muitas uretrites inadequadamente tratadas podem evoluir para complicações mais sérias, como cervicite e doença inflamatória pélvica na mulher ou orquite, epididimite ou prostatite no homem. 
- Como sequelas das complicações das uretrites mal conduzidas, podemos citar infertilidade e as estenoses de uretra.
- Na maior parte das vezes o ginecologista ou urologista vai preferir tratar o casal, mesmo que o(a) parceiro(a) não apresente sintomas importantes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uretrite

Doença inflamatória ou infecciosa da uretra...

Leo Kahn

27/09/2012 | 00:00


Doença inflamatória ou infecciosa da uretra, canal que conduz a urina da bexiga para o exterior e pode ser causado por bactérias, fungos, vírus e parasitas. As uretrites inflamatórias são ocasionadas na maioria das vezes, de traumatismo externo ou interno, tais como: ordenhar a uretra após urinar, masturbação, trauma da uretra no coito, uso de sondas ou instrumentos cirúrgicos através da uretra, em indivíduos hospitalizados e/ou submetidos a cirurgias urológicas. 

As infecções bacterianas do trato urinário inferior são mais comuns em recém-nascidos do sexo masculino que do sexo feminino, tornando-se dez vezes mais comuns em meninas durante a infância, e 5% das adolescentes apresentam infecção do trato urinário. Entre os indivíduos com idade entre 20 e 50 anos, as infecções no trato urinário são cerca de 50 vezes mais comuns em mulheres que em homens. As ocasionadas pelo vírus do herpes simples tipo 2 afetam o pênis no homem e podem afetar a vulva, o períneo, as nádegas, o colo uterino ou a vagina na mulher. Quando a uretra é afetada, a micção pode tornar-se dolorosa e o esvaziamento da bexiga pode ser difícil. As que ocorrem por fungos do trato urinário são causadas mais comumente pela cândida em indivíduos com sonda vesical. Raramente, outros tipos de fungos, como os causadores da blastomicose ou da coccidiomicose, podem também infectar o trato urinário.

Diversos parasitas podem causar infecções do trato urinário. A tricomoníase é doença sexualmente transmitida que pode produzir corrimento vaginal abundante. Nos homens, a tricomoníase geralmente é assintomática, apesar de poder causar inflamação da próstata. O diagnóstico de uretrite normalmente é realizado considerando apenas os sintomas, quando a secreção esta presente, é coletada amostra, o swab uretral, para que o micro-organismo infeccioso possa ser identificado e realizado o tratamento mais adequado.

SINTOMAS
- O sintoma mais comum é desconforto urinário sob forma de ardência e/ou dor ao urinar e, às vezes, sensação de ‘coceira' na parte terminal da uretra, e também necessidade frequente e urgente de esvaziar a bexiga.
- Nos homens, a uretrite comumente inicia com secreção uretral, se a causa é o gonococo, a secreção é purulenta. 
- A uretrite causada por outros micro-organismos à secreção é mucosa. Infecção vaginal pode causar dor durante a micção quando a urina, a qual é ácida, passa sobre os lábios vaginais inflamados.
- Na presença de sintomas como os descritos acima, é fundamental consultar-se com médico ginecologista ou urologista. 

SAIBA MAIS
- Nas mulheres o micro-organismo geralmente desloca-se da vagina para a uretra. 
- Os homens apresentam probabilidade muito menor de apresentar uretrite. 
- Os adolescentes masculinos raramente apresentam esse problema.
- Entre os idosos, as infecções tornam-se mais comuns tanto entre os homens quanto entre as mulheres, com menor diferença entre os sexos.
- Mais de 85% das infecções do trato urinário são causadas por bactérias presentes no intestino ou vagina. No entanto, as bactérias que invadem o trato urinário comumente são eliminadas pela ação de descarga da bexiga durante a micção.
- Infecção gonocócica da uretra não tratada ou tratada inadequadamente pode causar estenose uretral. A estenose aumenta o risco de uretrite em região mais alta da uretra e, ocasionalmente, pode acarretar a formação de abscesso em torno da uretra. 
- As uretrites infecciosas podem ser classificadas como DST, assim a sua prevenção pode ser conseguida pelo uso de preservativo durante a relação sexual. 
- Outra medida é o tratamento de todas as pessoas infectadas, para interromper a cadeia da transmissão do micro-organismo.
- Outra causa de ureterite é a lentidão do fluxo urinário devida atividade nervosa defeituosa de parte do ureter. 
- As porções do ureter com atividade nervosa defeituosa podem ser removidas cirurgicamente.
- A uretrite também pode aparecer devido à sensibilidade química que resulta em irritação, tais como espermicida em preservativos, geleias, cremes ou espumas contraceptivos. Também pode ser causada por trauma devido à inserção de objeto na uretra. 
- O aumento do risco está associado a homens com idade entre 20 e 35 anos, múltiplos parceiros sexuais e aqueles expostos a comportamento sexual de alto risco como o não uso de preservativos e ter relações sexuais anais. 
- Muitas uretrites inadequadamente tratadas podem evoluir para complicações mais sérias, como cervicite e doença inflamatória pélvica na mulher ou orquite, epididimite ou prostatite no homem. 
- Como sequelas das complicações das uretrites mal conduzidas, podemos citar infertilidade e as estenoses de uretra.
- Na maior parte das vezes o ginecologista ou urologista vai preferir tratar o casal, mesmo que o(a) parceiro(a) não apresente sintomas importantes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;