Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Peixe é o time da hora

Não há mais dúvida que o Santos é o time da hora neste início de temporada. Essa molecada está dando show e com o triunfo sobre...


Especial para o Diário

02/03/2010 | 00:00


Não há mais dúvida que o Santos é o time da hora neste início de temporada. Essa molecada está dando show e com o triunfo sobre o Corinthians atingiu um recorde espetacular: nono jogo vencendo.

São 11 rodadas do Campeonato Paulista e uma vitória na Copa do Brasil. Além dos resultados positivos, Neymar, Ganso, Robinho & Cia. estão enchendo os olhos dos torcedores, mesmo aqueles que não torcem pelo Santos.

MAIS DO QUE CLARO - O Brasil faz amistoso com a Irlanda hoje com duas novidades no grupo: Grafite e Carlos Eduardo, gaúcho revelado pelo Grêmio e que atua pelo Hoffenhein, da Alemanha.

Com a contusão do titularíssimo Luís Fabiano, Dunga até que poderia chamar Ronaldinho Gaúcho, como muita gente pensou.

Desta forma fica mais do que claro que o atacante do Milan e Ronaldo Fenômeno estão fora da Copa da África.

CERCO À GLOBO - Cresce a insatisfação de torcedores e da mídia com os jogos às 22h. A (rádio) Jovem Pan faz uma intensa campanha mostrando como é inadequado esse horário.

Essa coluna, voz solitária contra a arbitrariedade da Globo há muitos anos, acompanha com alegria a aprovação por unanimidade do projeto de lei do vereador Antonio Goulart. A Câmara Municipal de São Paulo não quer mais jogos na cidade após as 23h15.

Basta o prefeito Gilberto Kassab concordar com o legislativo paulistano para se criar um problema para a Rede Globo.

É lógico que a emissora pode forçar a transmissão dos jogos fora da Capital, mas a insatisfação vai crescer ainda mais e mais cedo ou mais tarde isso terá de mudar.

FALTA DE EDUCAÇÃO - A CBF sequer respondeu ao ofício do Santos pedindo a liberação de Robinho para o clássico com o Corinthians. Ricardo Teixeira recebeu uma ligação de Luis Álvaro Ribeiro e mandou dizer que não estava.

Além da desconsideração, fica claro que a nova diretoria santista não tem nenhum prestígio na entidade. Agora vai ter de usar Pelé para quebrar esse gelo. É o único que pode fazer o meio-campo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;