Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Senado deve retomar votações nesta terça-feira


Da Agência Brasil

18/10/2004 | 14:18


O Senado deve retomar nesta terça-feira as votações do plenário com a missão de apreciar a reforma que propõe mudanças na estrutura do Poder Judiciário. Desde junho, os destaques apresentados com sugestões de mudanças ao relatório do senador José Jorge (PFL-PE) aguardam deliberação do plenário. A pauta do Senado tem sido constantemente obstruída por MPs (Medidas Provisórias), além das dificuldades de alcançar o número mínimo de parlamentares presentes às sessões de votação.

Também estão na pauta do Senado a PEC que amplia a vigência do Fundef (Fundo de Manutenção de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério); a que dispõe sobre as atribuições do presidente da República; a que torna obrigatória a execução da lei orçamentária anual; a que determina que os pagamentos de obrigações devidas aos idosos sejam feitos em espécie; a que fixa os princípios de atividades regulatórias; a que exclui dos bens da União as ilhas costeiras que tenham sede no município e a que institui o Plano Nacional de Cultura.

As comissões técnicas retomarão os trabalhos a partir de terça-feira, quando a CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) promoverá audiência pública sobre o projeto das PPPs (Parcerias Público-Privadas), cuja votação não foi realizada ainda por falta de consenso. A reunião com o chefe da assessoria econômica do ministério do Planejamento, Demian Fiocca, atende a um acordo firmado entre os líderes partidários para que a proposta seja mais discutida.

A CE (Comissão de Educação) vai realizar na quarta-feira audiência com o ministro da Educação, Tarso Genro, para debater os planos do governo no setor e os projetos que tramitam no Congresso com o objetivo de ampliar o acesso de estudantes de baixa renda às universidades através do sistema de cotas.

As votações também serão retomadas nas comissões. Somente na pauta da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), aguardam deliberação 50 proposições, incluindo o projeto de lei de autoria do senador Ramez Tebet (PMDB-MS) que amplia para até 12 anos de reclusão a pena para quem praticar fraudes contra o sistema financeiro nacional, prática mais conhecida como “crime do colarinho branco”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Senado deve retomar votações nesta terça-feira

Da Agência Brasil

18/10/2004 | 14:18


O Senado deve retomar nesta terça-feira as votações do plenário com a missão de apreciar a reforma que propõe mudanças na estrutura do Poder Judiciário. Desde junho, os destaques apresentados com sugestões de mudanças ao relatório do senador José Jorge (PFL-PE) aguardam deliberação do plenário. A pauta do Senado tem sido constantemente obstruída por MPs (Medidas Provisórias), além das dificuldades de alcançar o número mínimo de parlamentares presentes às sessões de votação.

Também estão na pauta do Senado a PEC que amplia a vigência do Fundef (Fundo de Manutenção de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério); a que dispõe sobre as atribuições do presidente da República; a que torna obrigatória a execução da lei orçamentária anual; a que determina que os pagamentos de obrigações devidas aos idosos sejam feitos em espécie; a que fixa os princípios de atividades regulatórias; a que exclui dos bens da União as ilhas costeiras que tenham sede no município e a que institui o Plano Nacional de Cultura.

As comissões técnicas retomarão os trabalhos a partir de terça-feira, quando a CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) promoverá audiência pública sobre o projeto das PPPs (Parcerias Público-Privadas), cuja votação não foi realizada ainda por falta de consenso. A reunião com o chefe da assessoria econômica do ministério do Planejamento, Demian Fiocca, atende a um acordo firmado entre os líderes partidários para que a proposta seja mais discutida.

A CE (Comissão de Educação) vai realizar na quarta-feira audiência com o ministro da Educação, Tarso Genro, para debater os planos do governo no setor e os projetos que tramitam no Congresso com o objetivo de ampliar o acesso de estudantes de baixa renda às universidades através do sistema de cotas.

As votações também serão retomadas nas comissões. Somente na pauta da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), aguardam deliberação 50 proposições, incluindo o projeto de lei de autoria do senador Ramez Tebet (PMDB-MS) que amplia para até 12 anos de reclusão a pena para quem praticar fraudes contra o sistema financeiro nacional, prática mais conhecida como “crime do colarinho branco”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;