Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasileiros suspensos na Espanha ganham férias


Das Agências

13/06/2001 | 00:15


A direção do La Palmas anunciou nesta terça que, diante da suspensão de seis meses dos brasileiros Álvaro e Baiano, os dois já estão de férias.

Os jogadores foram suspensos por utilização de passaportes portugueses falsos. Eles deverão se reapresentar ao clube no meio de julho para iniciar a preparação para a próxima temporada. O diretor-geral do time, Sabino Lopez, disse respeitar a decisão da Federação Espanhola, mas que vai recorrer da suspensão.

O dirigente afirmou estar convencido da inocência dos dois jogadores e relevou as declarações de Álvaro, que criticou a desorganização do clube. “Ele suporta uma grande pressão nos últimos meses, sendo inocente como o clube, e quando estiver mais calmo não pensará em abandonar a equipe”.

Risco – O caso dos falsos passaportes corre o risco de fazer perigar a validade da Liga Espanhola de Futebol de Primeira e Segunda Divisão, já que inúmeros dirigentes reclamam punições para clubes que utilizaram “falsos jogadores comunitários” em suas equipes.

Na Primeira Divisão, são o Racing de Santander e o Numancia, que caíram para a Segunda, os times que pediram à federação que “se congele” a classificação, enquanto que o Osasuña anunciou que avalia uma opção legal em caso de rebaixamento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasileiros suspensos na Espanha ganham férias

Das Agências

13/06/2001 | 00:15


A direção do La Palmas anunciou nesta terça que, diante da suspensão de seis meses dos brasileiros Álvaro e Baiano, os dois já estão de férias.

Os jogadores foram suspensos por utilização de passaportes portugueses falsos. Eles deverão se reapresentar ao clube no meio de julho para iniciar a preparação para a próxima temporada. O diretor-geral do time, Sabino Lopez, disse respeitar a decisão da Federação Espanhola, mas que vai recorrer da suspensão.

O dirigente afirmou estar convencido da inocência dos dois jogadores e relevou as declarações de Álvaro, que criticou a desorganização do clube. “Ele suporta uma grande pressão nos últimos meses, sendo inocente como o clube, e quando estiver mais calmo não pensará em abandonar a equipe”.

Risco – O caso dos falsos passaportes corre o risco de fazer perigar a validade da Liga Espanhola de Futebol de Primeira e Segunda Divisão, já que inúmeros dirigentes reclamam punições para clubes que utilizaram “falsos jogadores comunitários” em suas equipes.

Na Primeira Divisão, são o Racing de Santander e o Numancia, que caíram para a Segunda, os times que pediram à federação que “se congele” a classificação, enquanto que o Osasuña anunciou que avalia uma opção legal em caso de rebaixamento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;