Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Desatino

O santista poderia dizer que seu time já decidiu inúmeras competições no Pacaembu e o Mundial no Maracanã


Especial para o Diário

04/05/2012 | 00:00


As duas finais do Campeonato Paulista no Estádio Morumbi prejudicam o Guarani, sua torcida e a cidade de Campinas. Uma vergonha!

O santista poderia dizer que seu time já decidiu inúmeras competições no Pacaembu e o Mundial no Maracanã. Nos áureos tempos de Pelé o Peixe era um time nacional.

É verdade também que os fãs do atacante Neymar terão mais espaço e conforto para acompanhar esse fenômeno. Claro que no Morumbi os dois times poderão faturar muito mais. Afinal, Brinco de Ouro da Princesa e Vila Belmiro são estádios limitados.

O esdrúxulo regulamento do Campeonato Paulista, tanto criticado por nós desde o começo do ano, abriu mais essa brecha horrorosa, dando mando das finais para a Federação Paulista de Futebol.

O Santos não precisa dessa forcinha. Claro que terá mais torcida no estádio. Mas é muito mais claro que tem mais time e vai ganhar o campeonato. A não ser que aconteça uma tragédia, dessas bem próprias que só o futebol pode provocar.

O problema moral é que um jogo deveria ser realizado em Campinas. E ponto final! Assim aconteceu em 1988 contra o Corinthians. Assim deveria ser para quem tem ética.

MAIS CONVERSA

A diretoria do Corinthians afirma que Liedson quer renovar seu contrato por dois anos. O atacante afirma que não é bem assim. O impasse foi criado, ensejando especulações desnecessárias.

A história entre Liedson e o Corinthians deveria motivar as partes para uma conversa racional, mas que não invalidasse o emocional.

Bom-senso é o que se exige, até porque nenhum dos dois lados pode sair machucado com desfecho lamentável. Já basta a contusão de Liedson. Se bem que as vezes a dor emocional é muito mais dolorida.

REUNIÃO NA SUÍÇA

Em 8 de maio, será realizada importante reunião em Zurique. Dela participarão Aldo Rebello, Joseph Blatter, José Maria Marin, Jerome Valcke, Marco Polo del Nero, entre outros.

Desde a renúncia de Ricardo Teixeira alguns ponteiros precisam ser reacertados. Essa é a melhor oportunidade. Com a presença do ministro de Esporte, oficialmente, Valcke marcará visita ao Brasil oportunamente.

Será o fim do mal-estar criado com aquela declaração impensada e imprópria. A situação sobre as obras para a Copa de 2014 continua inalterada. E não se falará mais em bico nos fundilhos do País.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Desatino

O santista poderia dizer que seu time já decidiu inúmeras competições no Pacaembu e o Mundial no Maracanã

Especial para o Diário

04/05/2012 | 00:00


As duas finais do Campeonato Paulista no Estádio Morumbi prejudicam o Guarani, sua torcida e a cidade de Campinas. Uma vergonha!

O santista poderia dizer que seu time já decidiu inúmeras competições no Pacaembu e o Mundial no Maracanã. Nos áureos tempos de Pelé o Peixe era um time nacional.

É verdade também que os fãs do atacante Neymar terão mais espaço e conforto para acompanhar esse fenômeno. Claro que no Morumbi os dois times poderão faturar muito mais. Afinal, Brinco de Ouro da Princesa e Vila Belmiro são estádios limitados.

O esdrúxulo regulamento do Campeonato Paulista, tanto criticado por nós desde o começo do ano, abriu mais essa brecha horrorosa, dando mando das finais para a Federação Paulista de Futebol.

O Santos não precisa dessa forcinha. Claro que terá mais torcida no estádio. Mas é muito mais claro que tem mais time e vai ganhar o campeonato. A não ser que aconteça uma tragédia, dessas bem próprias que só o futebol pode provocar.

O problema moral é que um jogo deveria ser realizado em Campinas. E ponto final! Assim aconteceu em 1988 contra o Corinthians. Assim deveria ser para quem tem ética.

MAIS CONVERSA

A diretoria do Corinthians afirma que Liedson quer renovar seu contrato por dois anos. O atacante afirma que não é bem assim. O impasse foi criado, ensejando especulações desnecessárias.

A história entre Liedson e o Corinthians deveria motivar as partes para uma conversa racional, mas que não invalidasse o emocional.

Bom-senso é o que se exige, até porque nenhum dos dois lados pode sair machucado com desfecho lamentável. Já basta a contusão de Liedson. Se bem que as vezes a dor emocional é muito mais dolorida.

REUNIÃO NA SUÍÇA

Em 8 de maio, será realizada importante reunião em Zurique. Dela participarão Aldo Rebello, Joseph Blatter, José Maria Marin, Jerome Valcke, Marco Polo del Nero, entre outros.

Desde a renúncia de Ricardo Teixeira alguns ponteiros precisam ser reacertados. Essa é a melhor oportunidade. Com a presença do ministro de Esporte, oficialmente, Valcke marcará visita ao Brasil oportunamente.

Será o fim do mal-estar criado com aquela declaração impensada e imprópria. A situação sobre as obras para a Copa de 2014 continua inalterada. E não se falará mais em bico nos fundilhos do País.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;