Setecidades Titulo Saúde
Grande ABC tem dois óbitos por dengue em investigação

Mortes foram registradas em São Bernardo e Mauá; casos confirmados chegam a 1.192 no ano

Thainá Lana
01/03/2024 | 07:01
Compartilhar notícia
Freepik


No Grande ABC, dois óbitos por dengue estão em investigação. As mortes foram registradas em São Bernardo e em Mauá, segundo dados do Painel de Monitoramento do governo do Estado.

Do início do ano até ontem, os sete municípios contabilizaram 1.192 casos confirmados de dengue. Na região, foram registradas ainda 3.165 ocorrências prováveis para doença e 1.973 notificações estão em investigação.

Santo André é o município do Grande ABC com maior número de casos confirmados, com 444 no total. Na sequência aparecem Mauá (287), São Bernardo (197), São Caetano (177), Diadema (56), Ribeirão Pires (29) e Rio Grande da Serra. 

De acordo com o painel, São Paulo registrou, nas primeiras oito semanas do ano, 23 óbitos e 117.580 ocorrências de dengue. Há ainda 119 óbitos em investigação. As mortes confirmadas ocorreram em Barretos (1), Bauru (4), Campinas (1), Capital (2), Franca (1), Marília (3), Mogi das Cruzes (2), Osasco (1), Ribeirão Preto (2) , São José do Rio Preto (1) e Taubaté (5).

O País passou de 1 milhão de casos, prováveis e confirmados, de dengue em 2024. O Brasil contabilizou 1.017.278 notificações e 214 óbitos em decorrência da doença, segundo dados do Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde. O número de ocorrências de 2024 é 309% maior que no mesmo período do ano passado, quando foram oficializadas 207.475 infectados. 

A vacina da dengue já começou a ser aplicada nos municípios contemplados com as primeiras doses pelo governo federal. No Estado de São Paulo, apenas 11 cidades do Alto Tietê foram priorizadas nesta primeira fase de distribuição, por conta do número limitado de vacinas. Inicialmente, a prioridade para vacinação são crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, faixa etária que concentra o maior número de hospitalizações por dengue.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;