Esportes Titulo
Kalinskaya surpreende Swiatek e decisão de Dubai será de 'zebras' com algoz de Bia Haddad
Por
23/02/2024 | 14:54
Compartilhar notícia


As principais tenistas do circuito disputaram o WTA 1000 de Dubai esta semana, e a decisão será entre duas "zebras", que jamais foram a uma final neste nível. Em competição com Iga Swiatek, Aryna Sabalenka, Cori Gauff, Elena Rybakina, Maria Sakkari, Bia Haddad, entre outras Top 20 do mundo, a russa Anna Kalinskaya, algoz da líder do ranking na semifinal com duplo 6/4 e que veio do qualificatório, e a italiana Jasmine Paolini, decidirão quem ergue o troféu neste sábado.

Foi o primeiro jogo de Kalinskaya diante de Swiatek em simples, mas a russa já havia surpreendido a polonesa em um duelo de duplas no Torneio de Praga, em 2019. Na campanha até a decisão, já tinha eliminado outras cabeças de chave, casos ddas Top 10 Cori Gauff (terceira favorita), nas quartas, e Jelena Ostapenko (9ª), nas oitavas. Antes, tinha feito três jogos duros no qualificatório e passado pela espanhola Cristina Bucsa na estreia da chave principal. Foram sete jogos e apenas um set perdido.

No jogo desta sexta-feira, a russa começou ameaçando o serviço da líder do ranking logo na primeira parcial, com dois break points. Não obteve a quebra, mas mostrou arrojo e agressividade. E não se intimidou quando perdia por 4 a 2, engatando quatro pontos seguidos para virar e fechar em 6 a 4.

O início do segundo set foi dos sonhos, já marcando o ponto no serviço da polonesa e abrindo 2 a 0. Novo quebra e foi para o serviço com 5 a 2. Abriu 40 a 15 e viu Iga reagir, se salvar e voltar para o jogo com 5 a 4. Na décima parcial, em nova chance de fechar, Kalinskaya precisou salvar dois break points antes de celebrar a vitória com linda direita no primeiro match point.

"Ela é uma ótima jogadora. Eu sei que se não ficasse calma e agressiva ela ia me destruir. Esse era o plano. Para permanecer agressiva, me mexi bastante. Estou feliz por ter vencido, pois ela é inacreditável", comemorou Kalinskaya, sem poupar elogios a Swiatek, ainda na quadra. "Estou feliz por ter tido a chance de jogar contra ela e tenho certeza que jogaremos muito no futuro", previu.

A campanha de Paolini em Dubai também é brilhante. A italiana surpreendeu, logo na estreia, a brasileira Bia Haddad, cabeça 13 na competição. E embalou, deixando pelo caminho, Leylah Fernandez, Maria Sakkari (8ª cabeça), Elena Rybakina (4ª) por WO nas quartas, até chegar à semifinal contra a romena Sorana Cirstea e fazer 6/2 e 7/6 (8/6).

A decisão deste sábado será um tira-teima entre russa e italiana, que já se encararam duas vezes no circuito, com uma vitória para cada lado. No Aberto da Austrália deste ano, Kalinskaya fez 6/4 e 6/2 em embate da quarta rodada. A vitória da italiana ocorreu em 2021, nas oitavas do WTA de Portoroz, na Eslovênia, com 6/3 e 6/2.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;