Setecidades Titulo Segundo a Enel
São Bernardo é a 5ª da Grande SP no registro de pipas em fios

Foram 49 episódios registrados na cidade e Capital é, disparada, o local com maior número de incidências; Enel alerta para os riscos

Por Lays Bento
23/02/2024 | 07:00
Compartilhar notícia
Claudinei Plaza/DGABC


A Enel São Paulo realizou levantamento com 24 municípios da área de concessão da companhia na Região Metropolitana e apontou São Bernardo como a quinta cidade com mais ocorrências de pipas na rede elétrica e a mais afetada do Grande ABC nos incidentes. Os dados coletados de janeiro a novembro do ano passado apontam que, em geral, na Grande São Paulo as falhas dobraram (51%) em relação a 2022 – com um salto de 1.929 para 2.924 casos. 

Para além de São Bernardo, que registrou 49 episódios no período, na região se sobressaem Santo André e Mauá, ambas com 46 pipas enroscadas em cabeamentos de energia. Os números das três cidades só perdem para Taboão da Serra, com 53 ocorrências; Carapicuíba, 109; Osasco, 124; e, por fim, para a Capital, com disparadas 2.209 incidências. 

Ainda de acordo com a apuração da concessionária, das demais cidades do Grande ABC, São Caetano apresentou o menor saldo regional, com apenas uma pipa de impacto no fornecimento elétrico. Enquanto isso, Diadema chegou a 34 registros, Ribeirão Pires oito, e Rio Grande da Serra fechou o mês com quatro casos.

A Enel descreve a última divulgação do balanço de ocorrências como um alerta para o período de calor, quando a prática de atividades ao ar livre, como o empinar de pipas, se intensifica. 

“Além do risco de rompimento dos cabos, as linhas que ficam enroscadas nas redes elétricas provocam desgastes nos fios, podendo levar a curtos-circuitos e derretimento. Nesses casos, equipes da distribuidora são mobilizadas para realizar os reparos necessários e substituir parte da fiação para restabelecer o serviço”, esclarece Otávio dos Anjos, responsável pela área de segurança do trabalho da Enel São Paulo. 

A principal dica da companhia para quando identificadas pipas enroscadas em redes, postes ou antenas é não arremessar objetos nos fios ou tentar resgatá-las. Nestes casos, somente técnicos, treinados pela distribuidora e munidos de equipamentos de segurança, estão aptos à solução. 

Já em caso de acidente envolvendo a rede elétrica, são recomendações isolar a área afetada para inibir a aproximação de possíveis vítimas e acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193 e a própria Enel, pelo 0800 727 2196.

“Se for participar da brincadeira, lembre de empinar pipa em um parque ou campo de futebol, por exemplo, longe da fiação. Além disso, é importante reforçar que o material metálico na fabricação do brinquedo não é seguro: as rabiolas laminadas podem agarrar nos fios, conduzir eletricidade e aumentar os riscos de morte. Para piorar a situação aos pedestres e motociclistas, a linha chilena e cerol cortam o cabeamento e são extremamente contraindicadas”, finaliza o especialista. 




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;