Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Suprema Corte dos EUA autoriza apelação de condenado à morte


Da AFP

12/06/2006 | 13:16


A Suprema Corte dos Estados Unidos autorizou nesta segunda-feira que um condenado à morte apele da sentença de utilização de injeção letal.

Clarence Hill, 47 anos, condenado à morte em 1983 pelo assassinato de um policial durante o roubo de um banco, deveria ter sido executado com injeção letal em 24 de janeiro, na Flórida, mas sua execução foi suspensa na última hora pela Suprema Corte, que está examinando sua apelação.

A nova decisão da Suprema Corte, tomada por unanimidade, se baseia em uma lei sobre os direitos cívicos. A Corte não deveria se pronunciar, neste caso, sobre a legalidade da injeção letal em relação à Constituição, e sim sobre o direito de Hill de impugnar o método de execução.

Esta decisão favorável a Hill permitirá que outros condenados à morte apresentem recursos similares.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suprema Corte dos EUA autoriza apelação de condenado à morte

Da AFP

12/06/2006 | 13:16


A Suprema Corte dos Estados Unidos autorizou nesta segunda-feira que um condenado à morte apele da sentença de utilização de injeção letal.

Clarence Hill, 47 anos, condenado à morte em 1983 pelo assassinato de um policial durante o roubo de um banco, deveria ter sido executado com injeção letal em 24 de janeiro, na Flórida, mas sua execução foi suspensa na última hora pela Suprema Corte, que está examinando sua apelação.

A nova decisão da Suprema Corte, tomada por unanimidade, se baseia em uma lei sobre os direitos cívicos. A Corte não deveria se pronunciar, neste caso, sobre a legalidade da injeção letal em relação à Constituição, e sim sobre o direito de Hill de impugnar o método de execução.

Esta decisão favorável a Hill permitirá que outros condenados à morte apresentem recursos similares.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;