Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Berzoini: Chile e Argentina não servem de modelo


Da AFP

02/08/2003 | 01:22


Os sistemas previdenciários em vigor na Argentina e Chile não servem de modelo para a reforma que o governo brasileiro pretende realizar, garantiu nesta sexta-feira o ministro Ricardo Berzoini.

O sistema que se quer implantar no Brasil "adota um modelo contrário ao da Argentina e Chile, que embora tenham fundos de capitalização, são fechados e sem fins lucrativos", garantiu o ministro da Previdência.

Os fundos de previdência que o governo brasileiro quer implementar terão uma "rentabilidade adequada e a garantia de que as pessoas que participarem deles receberão suas contribuições", explicou.

Além disso, não têm o objetivo de "beneficiar o sistema financeiro, mas os trabalhadores e o Estado". É um sistema que pode proteger mais de 90% da população brasileira, garantiu Berzoini. Ele avaliou que os sistemas que imperam nos dois países vizinhos são "frágeis, de baixo caráter social e apresentam muitos problemas estruturais graves. Não são um exemplo para o Brasil".

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva espera que na próxima semana comece a votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, destinada a reduzir os privilégios dos funcionários públicos, apesar de não servir, como se previa inicialmente, para equiparar os sistemas dos setores público e privado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;