Editorial Titulo
União regional
Por Da Redação
29/12/2023 | 07:00
Compartilhar notícia


Prefeito de Mauá e presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Marcelo Oliveira (PT) destacou, em entrevista exclusiva concedida ao Diário, onde fez um balanço do ano que passou no comando do colegiado, a importância do diálogo entre as cidades da região na busca por investimentos, tanto do Estado quanto da União, destinados à solução de problemas compartilhados – especialmente nas áreas da mobilidade urbana, contenção de enchentes, desocupação de áreas de risco e preservação ambiental. O petista ressaltou a importância vital de manter a unidade regional para enfrentar desafios comuns que transcendem fronteiras municipais.

O presidente do Consórcio demonstrou estar ciente dos desafios impostos pela COP 28, a conferência climática da ONU (Organização das Nações Unidas), que delegou aos municípios responsabilidade central na batalha contra o aquecimento global. Marcelo Oliveira entende que a coesão das cidades – as sete, como frisou – será fundamental para a limpeza do Rio Tamanduateí e a construção de usina de energia a partir da queima de resíduos domésticos em Mauá, no que seria a solução definitiva para o problema da destinação final do lixo produzido no Grande ABC diante da proximidade do esgotamento da capacidade dos aterros sanitários.

Mais uma vez, Marcelo Oliveira enfatizou que a busca conjunta por recursos junto aos governos estadual e federal é estratégia essencial para enfrentar os problemas complexos e interconectados que afetam o Grande ABC. Ao unir forças, as cidades podem apresentar propostas mais robustas e eficazes, demonstrando a cooperação como ferramenta fundamental para superar obstáculos que vão além das fronteiras administrativas individuais – uma visão que agrada tanto o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) quanto o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Cada vez menos há saída fora da cooperação e do trabalho em conjunto.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;