Palavra do Leitor Titulo Palavra do Leitor
Palavra do Leitor - 28 de dezembro de 2023
Por Da Redação
28/12/2023 | 07:00
Compartilhar notícia


Saidinha de Natal

‘Saidinha’ libera apenas um detento no Grande ABC’ (Setecidades, ontem). Não podemos chamar isto de saidinha, mas sim uma saidona, pois mais de 33 mil detentos do Estado de São Paulo – imaginem no Brasil – deixaram a prisão dia 23/12 para retornar (?) até as 18h de 3 de janeiro. Entre os que conseguiram essa mamata, prevista em lei (uma aberração), estão conhecidos pela brutalidade dos crimes bárbaros que cometeram contra os próprios pais, filhos, namoradas etc. Como Lindemberg Alves, Alexandre Nardoni, Gil Rugai e Cristian Cravinhos. Historicamente, em torno de 5% dos libertados não retornam ao sistema prisional de onde jamais deveriam ter saído. Assim sendo, teremos por volta de 1.700 bandidos a mais circulando em nosso entorno no próximo ano, só do Estado de São Paulo. Não bastasse isso, que incentivo tem um policial para prender um meliante quando este já teve inúmeras prisões e, igualmente, inúmeras solturas após a famigerada audiência de custódia? Tem como dar certo um sistema que (não) funciona desta maneira? Anos após anos e nada de mudança. Cadê nossos combativos deputados e senadores de épocas de campanha eleitoral? Votação do projeto de lei que acaba com estas vergonhosas saídas, que está dormindo nas gavetas do presidente do senado, Rodrigo Pacheco, para ontem.

Mauri Fontes

Santo André

Saúde em São Bernardo

‘MP abre inquérito para apurar crise na saúde de S.Bernardo’ (Política, dia 22). Acatando representação do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira, o MP-SP determinou abertura de inquérito civil para apurar problemas nas Unidades de Saúde de São Bernardo. Em primeiro lugar acho importante que os deputados exerçam sua função fiscalizadora, mas também é importante que os políticos também procurem colaborar com as soluções para os problemas da saúde. Para quem acompanha a carreira do Dr. Geraldo Reple Sobrinho, e é conhecedor da sua capacidade técnica e da sua dedicação à saúde pública, soa estranho ouvir declarações que atingem a sua secretaria sem levar em conta a complexidade que é a gestão da saúde pública. O financiamento da saúde, que deveria ser tripartite (município, Estado e União), hoje fica nas costas dos municípios. Em 2021 dados do 6º bimestre informam que a despesa total com saúde, em R$ por habitante/ano, sob a responsabilidade do município de São Bernardo foi de R$ 1.759,96. A título de comparação, em Santo André foi de R$ 1.173,42; em São Caetano, de R$ 3.027,92; e, em Diadema, de R$ 1.102,78. Espero bom senso nas apurações e que o Conselho Municipal de Saúde exerça seu protagonismo na fiscalização da saúde, acompanhe as denúncias e contribua para a solução dos problemas, evitando a contaminação política, que em nada constrói. Pelo contrário, só destrói.

Roberto Canavezzi

São Caetano

Cerol

É muito comum sair notícias com acidentes com cerol, aumentando cada vez mais, mas não vejo medidas oficiais para redução de casos. Na minha opinião, a causa é a venda cada vez maior de linhas com cerol, mas os próprios pais das crianças não cuidam para que seus filhos não as usem. Aparentemente, a venda está disseminada por toda parte. Também poderiam fiscalizar pessoas empinando papagaios, para ver se estão usando cerol. O que vemos hoje é a polícia investigar casos depois que o fato acontece, mas os resultados e consequências não são divulgados. Precisamos que a imprensa assuma o compromisso de insistir numa solução.

Mituo Teramae

Santo André




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;