Esportes Titulo Série A-1 do Paulista
‘Objetivo inicial do Santo André é a permanência’, admite técnico

Fernando Marchiori, técnico do Ramalhão, falou com exclusividade ao Diário

Por Cleber Ferrette
28/12/2023 | 07:00
Compartilhar notícia
Divulgação


O ano de 2024 deverá ser de muitos desafios para o Esporte Clube Santo André. A receita enxuta e a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro impedem o clube de planejar toda a temporada, sobretudo dentro de campo. Não bastasse a dificuldade de montar um elenco com certa antecedência visando uma melhor preparação para o ano, a maioria dos atletas contratados até o momento e os que ainda estão disponíveis no mercado só aceita fechar contratos para a disputa do Paulistão, e preferem ficar livres depois para buscarem outros clubes que estão em divisões superiores do Brasileirão. Ou seja, é praticamente certo que o elenco do Ramalhão para o segundo semestre será bem diferente desse que está sendo montado para os primeiros meses do ano.

Ciente desses percalços, o novo técnico do Santo André, Fernando Marchiori, não hesita e admite que o objetivo do clube é permanecer na primeira divisão do Paulista. “O mercado está difícil, muito inflacionado. O orçamento é curto e os atletas estão priorizando um ano de contrato. Sabemos das dificuldades, não será nada fácil. Nosso objetivo nesse primeiro momento é a permanência. Essa é a nossa realidade e temos que tentar passar por cima disso”.

Marchiori, porém, está otimista com o elenco que vem sendo montado e aposta no dia a dia de treinamento para fazer o time ‘dar liga’. “A comissão técnica, junto com a diretoria, está priorizando quem quer vestir a camisa do Santo André. Estamos trabalhando para diminuir ao máximo as chances de erro. A equipe que está sendo montada é competitiva”.

A disparidade econômica entre os clubes é o principal grau de dificuldade apotado por Marchiori para prever um Paulistão complicado. “Dos nossos concorrentes, vários estão na Série B do Brasileirão e tem receitas entre R$ 18 e R$ 20 milhões. Da região, por exemplo, o Água Santa renovou com uma base de 16 jogadores, assim como o São Bernardo FC que manteve um trabalho”. 

Diante disso, o treinador pede a compreensão e o apoio dos torcedores. “Vamos precisar muito dos torcedores para superar as dificuldades. O clube está avançando e se reestruturando. Já temos uma academia de ponta, o departamento médico também está de primeira. Juntos vamos avançar e fazer o Santo André cada vez mais forte”, conclui.

Até o momento, o Ramalhão conta com um elenco de 25 atletas para a disputa do Paulistão, sendo 21 novas contratações e quatro ‘crias’ do próprio clube. A diretoria ainda trabalha para trazer entre quatro e seis jogadores até o dia 10 de janeiro, quando o time parte para a pré-temporada em Guararema.

A estreia do Santo André no Campeonato Paulista será no dia 20 de janeiro, às 20h, no Morumbi, contra o São Paulo. Na segunda rodada, dia 25, o adversário será o Novorizontino, às 21h, no Estádio Bruno José Daniel.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;