Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Continental inicia produção de olho nas montadoras do ABC


Eric Fujita
Enviado especial a Camaçari (BA)

06/04/2006 | 08:49


A Continental Pneus inicia sua produção no Brasil de olho nas principais montadoras instaladas no país, em especial as sediadas no Grande ABC. A empresa quer atrair os projetos de novos veículos em desenvolvimento pelas fabricantes de carros para ampliar sua participação no mercado brasileiro, com o fornecimento dos produtos vindos da nova fábrica de Camaçari (BA), inaugurada oficialmente quarta-feira. A unidade consumiu investimentos de US$ 260 milhões.

Para obter êxito nessa meta, a Continental iniciou uma sondagem junto às indústrias automobilísticas que elaboram programas de construção de novos modelos de automóveis. A fábrica de pneus já procurou a Ford e a Volkswagen. Fora do Grande ABC, a empresa também consultou a Renault, destacou o diretor Superintendente para América Latina da empresa, Renato Sarzano.

As declarações foram feitas durante o início das operações da primeira fábrica brasileira da Continental. A unidade fabricará pneus para veículos de passeio e caminhões. Com atuação no Brasil desde 1997, a companhia de origem alemã vendia no mercado nacional por meio de importação.

Segundo Sarzano, a Continental tem interesse de participar desses projetos para comercializar os pneus que se adaptem às características dos veículos em desenvolvimento. “Fizemos uma cotação junto a essas montadoras, mas nada ainda está certo”, adiantou Sarzano, sem revelar mais detalhes.

Atualmente, a Ford vem trabalhando no projeto do novo veículo popular da marca, que será construído em São Bernardo e chegará ao mercado brasileiro em 2008. Denominado de B-402, a expectativa é de que o carro tenha plataforma da versão antiga do Fiesta, hoje chamado de Street.

Já a Volkswagen desenvolve o projeto NF, um automóvel compacto cuja plataforma será um misto do Gol e do Fox. Nesse caso, o protótipo já foi encaminhado para aprovação na Alemanha. A produção deverá ocorrer tanto em São Bernardo quanto em Taubaté, no interior do Estado.

No país – A estimativa da Continental é de crescer pelo menos 10% por ano em vendas de pneus. A nova e única fábrica brasileira da empresa deverá produzir 9 mil unidades do produto por dia destinado a veículos de passeio e de 1 mil para caminhões em 2006. A previsão é de que esse número suba para 14 mil e 1,7 mil no primeiro semestre de 2007, respectivamente.

A estratégia da empresa é também ganhar participação de mercado. Sem produção e trazendo pneus do exterior, a empresa detém 3,2% de participação no mercado de carros leves e de 2% no segmento caminhões. Do total vendido, 30% fica para as montadoras e 70% vai para o mercado de reposição. Com isso, a Continental também quer ganhar espaço, ao concorrer diretamente contra a Pirelli e Bridgestone-Firestone, ambas com unidades em Santo André. (o repórter viajou a convite da Continental)



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;