Editorial Titulo Editorial
Cemitério industrial
Por Da Redação
20/11/2023 | 08:47
Compartilhar notícia


A gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) em São Bernardo, iniciada em 1º de janeiro de 2017, aproxima-se do fim, em dezembro de 2024, marcada pela incapacidade do tucano de adotar políticas capazes de conter a alarmante fuga de grandes indústrias da cidade. A falta de ações concretas por parte da administração municipal contribuiu para o declínio econômico do Grande ABC, afetando diretamente a vida dos trabalhadores locais. O encerramento das atividades da Toyota na quinta-feira, depois de 61 anos de atuação no bairro Planalto, é só o mais recente exemplo do processo de desindustrialização que ceifou milhares de postos de emprego qualificado nos últimos sete anos.

Panex, Magna Cosma, Proxyon, Ford, Kostal, Mangels, Metalúrgica Paschoal e Toyota. Ao longo dos últimos anos, importantes empresas do setor industrial, que eram pilares fundamentais da economia são-bernardense, encerraram suas linhas de produção na cidade. A ausência de estratégias eficazes para atrair e manter investimentos, bem como a falta de diálogo e parcerias com as empresas já estabelecidas, demonstra uma incapacidade por parte do prefeito em lidar com os desafios econômicos que se apresentam. A crise financeira enfrentada pela administração, cuja saúde só não colapsou por causa de socorro enviado pelo Estado, tem suas raízes na deterioração do cenário fabril.

A população, que outrora se orgulhava da pujança econômica de São Bernardo, agora se vê desamparada diante do aumento do desemprego e da falta de perspectivas para o futuro. É imperativo que a administração municipal reveja suas prioridades e adote medidas urgentes para reverter esse quadro sombrio que assola a cidade. A trajetória do município sob a liderança do prefeito Orlando Morando é marcada por uma angustiante decadência econômica, representada pela perda de indústrias importantes e empregos que pagavam salários significativos. O município, outrora conhecido como o berço da produção automobilística no Brasil, atualmente se vê transformado em um triste cemitério industrial.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;