Setecidades Titulo Memória
Claudio Barberini. Uma entrevista andreense. Vitória, nasce uma estrela. Com os vídeos de Marcello Pires... E as fotos de Roberto Camargo.

O entrevistado do DGABC-TV fala também dos seus primeiros escritos, verdadeiras crônicas memorialísticas

Por Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC
11/11/2023 | 08:00
Compartilhar notícia


Havia a chácara dos japoneses, na Rua Gamboa. Era lá que a gente comprava verduras. Pelas ruas do bairro passavam as filhas do José Leiteiro, entregando leite de casa em casa.

Walter Antonio Cesar, Santo André

Fiquei muito feliz ao ler as crônicas do meu amigo Cláudio Barberini. Eu, Claudinho e o Bitelli (Agostinho de Souza) somos amigos de longa data e nos chamamos de "Os três Mosqueteiros". 

Vanderlei Retondo, Santo André

Claudio Barberini Camargo com que carinho fala do seu bairro Paraíso, rua por rua, casa por casa.

Sua entrevista é aberta e encerrada com dois vídeos maravilhosos idealizados por Marcello Pires, de São Bernardo.

Também de São Bernardo, fotos antigas do Parque Central, guardadas por José Roberto Camargo.

Vitória Santos, do Banco de Dados do Diário, interpreta trecho da crônica de Barberini. Tudo muito lindo...

Uma rua chamada Gamboa - II

Texto: Claudio Barberini Camargo 

Corriam os anos 50. Do lado esquerdo da Rua Gamboa, caso da nossa família, fazíamos fundos com as propriedades com frente para a Rua Jabaquara.

A Jabaquara era a principal do bairro Paraíso. Nela estava quase todo o comércio local.

NO AR

A entrevista completa de Claudio Barberini Camargo está no site do Diário (www.dgabc.com.br), no “face” da “Memória” (endereço no cabeçalho da página) e no Youtube. 

Crédito da foto 1 – Álbum família

DOCUMENTO. De um boletim do Rotary Santo André-Norte, Barberini presidente (gestão 2010-11): uma crônica em alto astral 

NAS ONDAS DO RÁDIO

Texto: Milton Parron

A República: 1889-1989

Revolta da Armada

Guerra dos Canudos

Revolta da Chibata

Tenentismo

Revolução de 32

Estado Novo

Golpe de 64

O programa Memória deste final de semana apresentará uma produção do jornalismo da Rádio Bandeirantes que foi levada ao ar no dia 15 de novembro de 1989.  

Naquela data estava sendo comemorado o primeiro centenário da Proclamação da República e durante uma hora foi narrada detalhadamente a história republicana no Brasil desde o governo do marechal Deodoro da Fonseca até o de José Sarney, ou seja, o primeiro e o último na faixa comemorativa dos 100 anos, tudo devidamente ilustrado com gravações de época arquivadas no CEDOM, o Centro de Documentação e Memória da Rádio Bandeirantes.   

Os episódios marcantes de cada governo estão devidamente abordados, entre eles, a Revolta da Armada em 1894 contra Floriano Peixoto, a Guerra dos Canudos sob o comando do beato Antonio Conselheiro, no governo Prudente de Morais, Revolta da Chibata no governo Hermes da Fonseca, Movimento Tenentista de 22, Revolução Constitucionalista de 32, decretação do Estado Novo, Golpe de 1964 e, claro, as ascensões e queda de muitas lideranças políticas.  

Trata-se de um programa expondo os fatos tais como aconteceram, sem exposição de opiniões, portanto, de grande valia para os estudantes e estudiosos.

EM PAUTA. Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9). Aplicativo Bandplay. O primeiro centenário da República brasileira. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, bem depois do futebol; amanhã, domingo, às 7h da manhã; sexta-feira, às 23h.

Arquivo de Memórias Musicais

Apresentação: José Clóvis; produção: Solange Vieira Nolasco. Neste domingo, às 15h. Rádio ABC AM (1570) e FM 81.9.

Canta Itália

A música, usos e costumes da Itália de todos nós.

Produção e apresentação, Marquitho Riotto. Quarta-feira, às 20h, com reapresentação no sábado, às 23h. Rádio ABC AM (1570) e FM 81.9; e Rádio Web Spaghetti, de São Bernardo.

DIARIO HÁ 30 ANOS

Quinta-feira, 11 de novembro de 1993 – ano 36, edição 8541

MANCHETE – Chrysler pode voltar a ser instalada na região.

O ex-presidente mundial da montadora, Lee Iacocca, visitava o Moinho São Jorge, em Santo André, que representava a Chrysler.

SANTO ANDRÉ – Acisa elegia os empreendedores do ano (15º Prêmio): Sadalla Melhen (Sedanossa, comerciante), Wilson Fernandes Ruy (Nordon, industrial) e Maurício Schulman (Bamerindus, prestador de serviço).

NOTA – Trinta anos depois, Sedanossa, Nordon e Bamerindus são saudades.

DIADEMA – Ciesp local distribuía cinco toneladas de alimentos às famílias pobres.

MEMÓRIA – Na carroça do Fattori.

São Martinho de Tours

11 de novembro

O dono do manto que cobriu Jesus (Panônia, hoje Hungria, 316 – Candes, França, 397). Missionário e bispo de Tours. Tornou-se o primeiro santo não-mártir a receber culto oficial da Igreja e também um dos santos mais populares da Europa medieval.

Ilustração: Canção Nova (divulgação)




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;