Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Nigeriano pode ter matado 11 crianças em rituais de magia negra


Da AFP

03/08/2003 | 10:57


Um nigeriano detido no início de julho em Dublim, dentro de uma investigação sobre o assassinato ritual de um menino cujo corpo foi encontrado, em 2001, nas águas do Tâmisa, seria o responsável pela morte de 11 crianças, indicou sua esposa, segundo o jornal britânico Sunday Times.

Sam Onogigovie, nigeriano de 37 anos, foi detido em 2 de julho por ordem da justiça alemã, que o condenou à revelia em março de 2001 a sete anos por tráfico de seres humanos e uso de documentos falsos.

A polícia britânica agora o investiga pela morte de um menino nigeriano de identidade desconhecida, batizado de Adam pelos investigadores, e cujo corpo mutilado foi encontrado, em setembro de 2001, no rio Tâmisa.

A mulher de Onogigovie, Joyce Osagiede, informou aos oficiais britânicos da imigração, em novembro de 2001, que foi para a Grã-Bretanha para fugir de um culto religioso ativo em Serra Leoa e na Nigéria.

Ela afirma que seu marido criou na Alemanha e na Inglaterra ramificações desse culto de magia negra e matou 11 crianças, entre elas a filha mais velha do casal, afirma o Sunday Times.

A polícia britânica prendeu esta semana 21 pessoas, em sua maioria nigerianas, suspeitas de estarem ligadas ao assassinato de Adam, de trazer ilegalmente crianças africanas para a Grã-Bretanha e cometer infrações às leis de imigração.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;