Editorial Titulo Editorial
Insensibilidade
Da Redação
30/10/2023 | 08:27
Compartilhar notícia


Os vereadores de São Bernardo parecem não ter se sensibilizado com a indignação causada na sociedade quando reportagem deste Diário revelou, semana passada, que a Câmara previa gastar R$ 34 milhões para garantir plano de saúde de primeira linha a eles próprios e aos servidores da Casa por 30 meses. Apesar dos protestos, o presidente Danilo Lima (PSDB) reabriu a polêmica licitação, que havia sido suspensa após o TCE (Tribunal de Contas do Estado) apontar sinais de irregularidade. O desprezo pela opinião pública chama a atenção, ainda mais quando emitido pelo poder que deveria representar os interesses da comunidade – comunidade que, diga-se, sofre com o caos na saúde municipal.

A insensibilidade dos vereadores de São Bernardo ao contratar um plano de saúde de luxo enquanto a maioria da população sofre para ter acesso a atendimento básico na rede local, é simplesmente revoltante. Fruto de gestão ineficiente, que somente nos seis primeiros meses deste ano gerou um rombo de quase R$ 200 milhões nas contas do setor, o sistema de Saúde são-bernardense só não colapsou porque o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) enviou um cheque de R$ 150 milhões para socorrer o prefeito Orlando Morando (PSDB). Em vez de pensar em privilégios, os legisladores são-bernardenses deveriam agir com responsabilidade e empatia com a população que os elegeu.

Essa ação dos vereadores revela completo descolamento da realidade vivida pela maioria dos cidadãos de São Bernardo. É uma triste demonstração de como alguns políticos parecem estar mais preocupados com seus próprios privilégios do que em garantir serviços públicos de qualidade para a população. A falta de recursos para o custeio da saúde pública não pode ser ignorada, e é inaceitável que os representantes eleitos ajam de forma tão insensível diante da crise. Optar por plano de saúde que proporciona acesso aos melhores hospitais do Brasil, como o Sírio-Libanês, é um claro exemplo de priorização dos interesses pessoais em detrimento das necessidades da comunidade. Lamentável.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;