Política Titulo Para estudantes
Câmara de São Bernardo abre 12 oportunidades de estágio

Vagas são para as áreas do Direito, RH, administração, publicidade e contabilidade, para ensino superior e técnicos; bolsa varia de R$ 1.000 a R$ 1.550

Gabriel Rosalin
07/10/2023 | 06:32
Compartilhar notícia
DGABC


 A Câmara de São Bernardo vai abrir vagas de estagiários, por meio de programa recentemente aprovado pelo plenário. Inicialmente, 12 vagas serão preenchidas por estudantes do ensino Superior ou de educação profissional técnica de nível médio do município. 

O edital de chamamento público foi divulgado no dia 25 de agosto pela casa e agora cabe às instituições interessadas, sendo públicas ou privadas, efetuarem os concursos de seleção.

“Caberá às faculdades e cursos técnicos credenciados realizarem processo seletivo interno, cuja ordem de classificação será entregue à Câmara para convocação conforme houver disponibilidade de vaga”, confirmou o presidente da Câmara, Danilo Lima (PSDB).

As vagas oferecidas serão distribuídas em seis áreas: Direito, recursos humanos, administração, publicidade e propaganda, contabilidade e técnico em secretariado. As áreas de direito e RH possuem os maiores números de oportunidades, com seis e duas chances, respectivamente. Todos os outros segmentos disponibilizam uma vaga. Conforme a resolução, publicada no Diário Oficial, 10% das vagas serão destinadas à pessoas com deficiência.

Para os estagiários do curso superior, o valor da bolsa será de R$ 1.550, com carga horária diária de seis horas. Já para os estudantes de educação profissional a quantia oferecida é de R$ 1.000, com a mesma carga horária. Todos os selecionados receberão um auxílio transporte de R$ 250. 

O programa de estágio feito pela Câmara visa evoluir competências de atividades profissionais dos estudantes, assim como desenvolver a cidadania em um ambiente de forte importância política, segundo palavras de Danilo Lima. 

Para o presidente da Câmara, esse projeto é de grande relevância para os alunos e também para São Bernardo. “É um projeto de extrema importância, que objetiva criar mais uma oportunidade ao jovem para ingresso no mercado de trabalho, a partir de experiência relevantíssima, uma vez que o trabalho na Administração Pública é único e permitirá amplo aprendizado e formação para os profissionais”, afirmou o chefe do Legislativo.

“De outro lado, a Câmara poderá contar com mão de obra qualificada e ideias inovadoras que certamente auxiliarão em muito as atividades legislativas”, completou o tucano.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;