Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Usina térmica de Cuiába terá gás argentino em 2000


Do Diário do Grande ABC

02/11/1999 | 14:23


O gás natural da Argentina estará gerando energia elétrica nas turbinas da usina térmica de Cuiabá I, no Mato Grosso, a partir de abril de 2000. O gasoduto de 620 quilômetros que trará o gás da Argentina está em fase final de construçao e depois serao iniciados os testes, que sao demorados por questoes de segurança.

O gás natural substituirá o óleo diesel, atualmente utilizado por aquela termelétrica. Cuiaba I tem capacidade para gerar 480 megawatts de energia e representa um investimento da ordem de US$ 500 milhoes, feito entre a usina e o gasoduto que trará o gás natural da Argentina, a um preço um pouco menor do que o da Bolívia.

Já há o plano para se construir Cuiabá II, ao lado de Cuiabá I, com capacidade de 400 megawatts, representando um investimento de cerca de US$ 300 milhoes. O projeto já está pronto. A energia de Cuiabá I é vendida para Furnas, que a distribui.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Usina térmica de Cuiába terá gás argentino em 2000

Do Diário do Grande ABC

02/11/1999 | 14:23


O gás natural da Argentina estará gerando energia elétrica nas turbinas da usina térmica de Cuiabá I, no Mato Grosso, a partir de abril de 2000. O gasoduto de 620 quilômetros que trará o gás da Argentina está em fase final de construçao e depois serao iniciados os testes, que sao demorados por questoes de segurança.

O gás natural substituirá o óleo diesel, atualmente utilizado por aquela termelétrica. Cuiaba I tem capacidade para gerar 480 megawatts de energia e representa um investimento da ordem de US$ 500 milhoes, feito entre a usina e o gasoduto que trará o gás natural da Argentina, a um preço um pouco menor do que o da Bolívia.

Já há o plano para se construir Cuiabá II, ao lado de Cuiabá I, com capacidade de 400 megawatts, representando um investimento de cerca de US$ 300 milhoes. O projeto já está pronto. A energia de Cuiabá I é vendida para Furnas, que a distribui.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;