Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Violência volta a amedrontar favelas no Rio



11/05/2007 | 07:01


A violência no complexo de favelas do Alemão na Zona Norte do Rio, parece não ter fim: quinta-feira, uma moradora da Penha bairro onde fica o conjunto, morreu e quatro moradores foram atingidos por balas perdidas, em mais um enfrentamento entre policiais e traficantes.

Entre os feridos está um menino de três anos. Três bandidos foram mortos e um policial baleado. Integrantes das unidades de elite da PM e da Polícia Civil estão nas 17 favelas do complexo. A dona de casa Maria Auxiliadora Gomes, de 51 anos, estava varrendo a calçada de sua casa, por volta das 14h, ao lado da neta de cinco anos, quando uma bala de fuzil a alvejou na barriga.

Na Vila Cruzeiro, outra favela do conjunto, o policial militar reformado Gilberto Jesus dos Santos, de 63 anos, foi baleado no abdômen. Na Favela da Grota, Diogo Souza Nunes, de três anos, e Davi da Silva, de 22, também foram baleados. Os dois foram internados e operados no Hospital Getúlio Vargas – que concentra os casos por ser o mais próximo ao Alemão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Violência volta a amedrontar favelas no Rio


11/05/2007 | 07:01


A violência no complexo de favelas do Alemão na Zona Norte do Rio, parece não ter fim: quinta-feira, uma moradora da Penha bairro onde fica o conjunto, morreu e quatro moradores foram atingidos por balas perdidas, em mais um enfrentamento entre policiais e traficantes.

Entre os feridos está um menino de três anos. Três bandidos foram mortos e um policial baleado. Integrantes das unidades de elite da PM e da Polícia Civil estão nas 17 favelas do complexo. A dona de casa Maria Auxiliadora Gomes, de 51 anos, estava varrendo a calçada de sua casa, por volta das 14h, ao lado da neta de cinco anos, quando uma bala de fuzil a alvejou na barriga.

Na Vila Cruzeiro, outra favela do conjunto, o policial militar reformado Gilberto Jesus dos Santos, de 63 anos, foi baleado no abdômen. Na Favela da Grota, Diogo Souza Nunes, de três anos, e Davi da Silva, de 22, também foram baleados. Os dois foram internados e operados no Hospital Getúlio Vargas – que concentra os casos por ser o mais próximo ao Alemão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;