Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Persiste incerteza sobre o regresso dos inspetores ao Iraque


Da AFP

06/10/2002 | 10:02


A volta ao Iraque dos inspetores de desarmamento da ONU prosseguia dependente, neste sábado, de um acordo no Conselho de Segurança sobre uma eventual resolução que estabeleceria as condições da missão e um possível recurso à força em caso de descumprimento por Bagdá, tal como deseja Washington.

Enquanto o presidente americano, George W. Bush, reafirmava a vontade de agir rapidamente para atacar o regime de Saddam Hussein, os europeus recordavam que apenas o Conselho de Segurança tem autoridade para solucionar a crise iraquiana.

A Turquia negou que Washington tenha pedido autorização para utilizar suas bases aéreas para atacar o país vizinho. Na Itália, milhares de pessoas protestaram contra uma eventual guerra.

A Rússia insistiu neste sábado na necessidade de acelerar a volta dos inspetores. O chefe da diplomacia russa, Igor Ivanov, disse que "é importante que partam na data prevista", e afirmou que o envio ao Iraque de um grupo de inspetores está previsto para 19 outubro.

A posição de Moscou é compartilhada pelos países da União Européia (UE), cujos ministros de Defesa, reunidos em Rethymnon (Grécia), destacaram que o regresso rápido dos inspetores continua sendo a "prioridade" dos Quinze, segundo o titular grego, Yannos Papantoniou.

Em seu discurso semanal pelo rádio, Bush pediu sábado ao Congresso que vote uma resolução enérgica sobre o Iraque, enviando "uma mensagem clara a Saddam: sua única escolha é ater-se totalmente às demandas da comunidade internacional. E o tempo para fazê-lo é limitado".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;