Economia Titulo
Bolsas da Ásia fecham mistas, de olho em payroll dos EUA e após BC chinês prometer estímulos
Por
04/08/2023 | 07:08
Compartilhar notícia


As bolsas asiáticas fecharam sem direção única e com variações modestas nesta sexta-feira, 4, à espera de dados do mercado de trabalho dos EUA e com os mercados chineses sustentados por novas promessas de estímulo monetário.

O índice japonês Nikkei subiu 0,10% em Tóquio, a 32.192,75 pontos, e o Hang Seng avançou 0,61% em Hong Kong, a 19.539,46 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi caiu 0,10% em Seul, a 2.602,80 pontos, em seu terceiro pregão negativo, e o Taiex recuou 0,30% em Taiwan, a 16.843,68 pontos, na volta de um feriado.

Investidores na Ásia e em outras partes do mundo aguardam o novo relatório de emprego dos EUA, conhecido como payroll, que é determinante para a trajetória dos juros americanos e será divulgado nesta sexta.

Na semana passada, o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) elevou seus juros básicos em 25 pontos-base, mas deixou em aberto a possibilidade de novo aumento ainda este ano, a depender da evolução dos dados econômicos.

Na China continental, foi bem-recebida promessa feita nesta sexta pelo banco central local, o PBoC, de ser mais flexível e usar instrumentos de política monetária, incluindo cortes de compulsórios, para garantir liquidez "razoavelmente ampla" no sistema bancário. O Xangai Composto subiu 0,23%, a 3.288,08 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,48%, a 2.071,59 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, com a ajuda de ações de mineradoras e petrolíferas. Em Sydney, o S&P/ASX 200 avançou 0,19%, a 7.325,30 pontos. *Com informações da Dow Jones Newswires.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;