Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dirceu: negociação no Congresso não mudou programa de governo


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

20/03/2005 | 15:50


O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, avaliou a necessidade de ampliar alianças do PT com outros partidos no Congresso Nacional e disse que não houve mudança no programa de governo do presidente Lula devido às necessidades de negociação com os parlamentares.

"Até agora não houve nenhuma mudança no programa de governo por causa da base parlamentar", enfatizou sábado durante as comemorações dos 25 anos do PT, na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife.

O ministro disse que 2005 é um ano importante para o governo. "É o ano de implementar os programas sociais, renovar a eficiência da gestão da máquina administrativa, aumentando, inclusive, o combate à corrupção e ao tráfico de influência, investir em infra-estrutura e avançar nos setores de educação e de ciência e tecnologia, para financiar o desenvolvimento", disse.

Segundo ele, para cumprir essas metas é preciso ampliar alianças com outros partidos no Congresso para fortalecer a base aliada. Dirceu afirmou que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem a responsabilidade de ir além de uma "revolução social no país, combatendo a fome, a pobreza e distribuindo renda". Ele defende que é preciso ainda sustentar um projeto amplo de desenvolvimento nacional.

De acordo com Dirceu, o governo interrompeu o programa de privatizações, está reorganizando o sistema financeiro, fortalecendo o mercado interno e valorizando a empresa nacional. No entanto, o ministro enfatizou que o projeto desenvolvimento nacional só terá futuro se estiver atrelado à política de mudanças democráticas e sociais. "Crescimento econômico com o povo na pobreza não pode significar prosperidade", declarou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;