Sabores&Saberes Titulo Sabores&Saberes
O frio e nós
Por Antonio Carlos do Nascimento
19/06/2023 | 10:18
Compartilhar notícia


Às 11 horas e 58 minutos do dia 21 de junho nós temos um encontro marcado com o início oficial do inverno, mas já enfrentamos alguns dias de temperaturas baixas na última semana, suficientes para relembrarmos algumas particularidades da estação.

Eu convivo nestes tempos com muitas perguntas acerca dos motivos que provocam o aumento da fome e desejo por alimentos calóricos, porém, de outro lado, borbulham preocupações com a brutal elevação dos casos de doenças respiratórias, especialmente as virais, assim como das doenças cardiovasculares, notadamente o infarto agudo do miocárdio.

A necessidade do organismo em manter a temperatura em torno de 36,5 graus, obriga-o a desencadear ações para geração de calor, com alto gasto energético, justificando o aumento da fome, com direcionamentos para alimentos mais calóricos, contexto que sintetiza a fisiologia deste processo.

Já o aumento nas ocorrências de doenças respiratórias explica-se pelo comprometimento de nossas barreiras imunológicas pelo frio, interferindo na lubrificação das mucosas das vias aéreas, fato que se associa à maior sobrevivência dos vírus respiratórios e convívios em ambientes fechados.

A agressão térmica, naturalmente é capaz de desencadear processos inflamatórios nas vias aéreas, promovendo crises de broncoespasmos e/ou ainda propiciando ambiente convidativo para variados microrganismos se instalarem.

Em outra preocupação invernal de saúde, está o aumento de até 30 % na incidência de infarto agudo do miocárdio, relacionado a constrições arteriais reativas às baixas temperaturas, contudo, também podem estar associadas aos processos infecciosos virais, no que parecem fragilizar os assoalhos dos vasos e favorecer descolamento de placas arteriais.

Agasalhar-se, proteger-se do desconforto térmico e evitar ambientes fechados com grande número de pessoas é boa receita para manter distância dos males citados acima. 

Já o fisiológico aumento da fome diante das temperaturas baixas, tem enfrentamento mais difícil, mas começaremos muito bem não consumindo os ultraprocessados, no restante, esperamos o inverno passar.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;