Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Papa pára Campo de Marte por 4 dias


Leda Rosa
Do Diário do Grande ABC

15/04/2007 | 07:10


A partir da noite do dia 9 de maio estarão proibidas as operações de pouso e decolagem de aeronaves no Campo de Marte, a pista mais antiga da Capital. A interdição perdura até a madrugada do dia 12. As regras valem para as aeronaves de asa fixa. As de asa rotativa, caso dos helicópteros – que compõem o movimento majoritário no local – terão o uso vetado das 8h às 14h do dia 11. As restrições foram decididas para que o sítio aeroportuário possa ser preparado para receber a multidão – estimada em 2 milhões de pessoas – que acompanhará a missa rezada pelo papa Bento XVI, durante a qual ocorrerá a santificação de frei Galvão, além de shows do Padre Marcelo e Zezinho.

A decisão afetará a rotina de 233 vôos, entre pousos e decolagens, que diariamente utilizam o Campo de Marte. Ao longo de um ano, a pista localizada na Zona Norte da cidade, sediou total de 85.158 operações e a maior frota de helicópteros do País.

Um dos maiores desafios para a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária), administradora do aeroporto, será a desmontagem do sistema de balizamento noturno. São mais de 70 spots de solo que auxiliam as manobras das aeronaves nos períodos de pouca luz. Uma equipe com cerca de 80 funcionários irá remover as lâmpadas e cobrir cada ponto de iluminação térrea. Finda a celebração do Santo Padre, a mesma equipe volta ao terreno para retirar as proteções e reinstalar os equipamentos. A empresa está preparada para estender o trabalho pela madrugada e liberar o trânsito de aeronaves a partir das 6h do dia 12.

O Campo de Marte opera com aviação geral (feita por qualquer tipo de avião, de jatos a pequenas aeronaves particulares, excluindo os vôos regulares e os de caráter militar), executiva e táxi aéreo. Instalado em área de 2 km², abriga treinamento (para pilotos iniciantes) e outras atividades aéreas, como balonismo, além de escolas de pilotagem como o Aeroclube de São Paulo e Serviço Aerotático das Polícias Civil e Militar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Papa pára Campo de Marte por 4 dias

Leda Rosa
Do Diário do Grande ABC

15/04/2007 | 07:10


A partir da noite do dia 9 de maio estarão proibidas as operações de pouso e decolagem de aeronaves no Campo de Marte, a pista mais antiga da Capital. A interdição perdura até a madrugada do dia 12. As regras valem para as aeronaves de asa fixa. As de asa rotativa, caso dos helicópteros – que compõem o movimento majoritário no local – terão o uso vetado das 8h às 14h do dia 11. As restrições foram decididas para que o sítio aeroportuário possa ser preparado para receber a multidão – estimada em 2 milhões de pessoas – que acompanhará a missa rezada pelo papa Bento XVI, durante a qual ocorrerá a santificação de frei Galvão, além de shows do Padre Marcelo e Zezinho.

A decisão afetará a rotina de 233 vôos, entre pousos e decolagens, que diariamente utilizam o Campo de Marte. Ao longo de um ano, a pista localizada na Zona Norte da cidade, sediou total de 85.158 operações e a maior frota de helicópteros do País.

Um dos maiores desafios para a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária), administradora do aeroporto, será a desmontagem do sistema de balizamento noturno. São mais de 70 spots de solo que auxiliam as manobras das aeronaves nos períodos de pouca luz. Uma equipe com cerca de 80 funcionários irá remover as lâmpadas e cobrir cada ponto de iluminação térrea. Finda a celebração do Santo Padre, a mesma equipe volta ao terreno para retirar as proteções e reinstalar os equipamentos. A empresa está preparada para estender o trabalho pela madrugada e liberar o trânsito de aeronaves a partir das 6h do dia 12.

O Campo de Marte opera com aviação geral (feita por qualquer tipo de avião, de jatos a pequenas aeronaves particulares, excluindo os vôos regulares e os de caráter militar), executiva e táxi aéreo. Instalado em área de 2 km², abriga treinamento (para pilotos iniciantes) e outras atividades aéreas, como balonismo, além de escolas de pilotagem como o Aeroclube de São Paulo e Serviço Aerotático das Polícias Civil e Militar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;