Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Região emplaca um 'aprendiz' em programa da Record


Alessandro Soares
Do Diário do Grande ABC

28/10/2004 | 10:06


O publicitário e empresário Roberto Justus quer dar uma "lição para o mercado de trabalho em rede nacional" e "mostrar ao país como se faz uma seleção profissional de alto nível". Para isso, aparecerá na TV como apresentador do reality show O Aprendiz, que estréia na Record em 4 de novembro, com exibição às terças e quintas, às 22h. Ou seja, na grade que foi da ex-mulher de Justus, Adriane Galisteu.

O empresário é figura fácil em revistas de celebridades e programas de colunismo eletrônico. Como apresentador, sua missão é escolher o futuro diretor de uma de suas cinco empresas de comunicação do grupo Newcomm entre 16 candidatos, oito mulheres e oito homens, um deles de São Bernardo, Denis Peres da Silva, 28 anos. O prêmio: um contrato com salário anual de R$ 250 mil. "Programas de celebridades são para amadores. Este é para profissionais. O compromisso é com a verdade, porque serei eu mesmo lidando com a realidade", afirma Justus, cutucando atrações como Big Brother Brasil e Casa dos Artistas.

O Aprendiz é a versão nacional da atual febre de audiência da TV NBC nos Estados Unidos, apresentada pelo bilionário Donald Trump, atualmente gravando a terceira edição. O bordão "You are fired!" (você está despedido!), dito por Trump no fim de cada episódio para eliminar um dos candidatos, deve ser repetido por Justus até 23 de dezembro, quando, ao vivo, apontará um vencedor.

O novo reality show da TV brasileira tem duas missões: primeiro, provar que seu conceito é diferente porque se trata de realidade mesmo; segundo, consolidar a Record como vice-líder de audiência em TV aberta, em busca da liderança. "O projeto é grandioso. A Record colocou as melhores condições e disponibilizou todos os recursos necessários para rumar à liderança", disse José Amâncio, diretor do programa. A versão brasileira é única na América Latina. O Aprendiz é exibido em 88 países, inclusive no Brasil pelo canal pago People and Arts (Vivax, Sky e Directv).

Na primeira fase, 150 nomes foram tirados de 30 mil inscritos a partir dos critérios: formação, fluência em outro idioma, boa aparência, boa comunicação e alguma especialização que pudesse ser encaixada numa das empresas de Justus. A lista seguiu para a Record que selecionou os mais "televisivos".

O Aprendiz é um processo que testa, na prática, habilidades de negociação, gerência de grupos, marketing e liderança. O escolhido terá um salário conhecido de todos os demais funcionários. "Mas será o único que passará por uma rígida seleção prática em rede nacional de televisão. O interessante é mostrar aos brasileiros a importância da boa formação para se obter um emprego", disse Justus, se servir de consolo em tempos de forte desemprego.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região emplaca um 'aprendiz' em programa da Record

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;