Sabores&Saberes Titulo Sabores & Saberes
A doença de Hashimoto pelos continentes!
Por Antonio Carlos do Nascimento
09/04/2023 | 20:17
Compartilhar notícia


Quando, equivocadamente, nosso sistema imunológico passa a agredir uma estrutura de nosso organismo ininterruptamente, estaremos diante de uma doença autoimune e quando a tireoide é o local de ocorrência deste processo, será doença autoimune da tireoide, também conhecida como Tireoidite Linfocítica Crônica, ou, mais comumente, Doença de Hashimoto (DH), em homenagem àquele que primeiro a descreveu.

A maior parte dos portadores de DH desenvolverá hipotireoidismo e com isso surgirão paulatinamente todos os desconfortos orgânicos que a falta de hormônios tireoidianos pode causar, desde queda de cabelo e enfraquecimento das unhas, até infertilidade, transtornos emotivos e amplificação de processo arterioscleróticos (coronariopatias, doença arterial cerebral etc.).

Uma pesquisa divulgada em outubro de 2022 pela Frontiers in Public Health, uma das publicações mais respeitadas sobre saúde pública em todo o mundo, demonstrou que a prevalência global de DH em adultos é de 7,5%, apontando ainda ser quatro vezes mais frequente em mulheres que em homens. Algo como dizer, que em determinado momento e local, à cada 100 indivíduos, 7,5 possuem DH.

Partiu-se de um total de 11.399 estudos, dos quais 48 atenderam aos critérios da pesquisa proposta, sendo 20 da Europa, 16 da Ásia, cinco da América do Sul, três da América do Norte e três da África.

Seguramente o desenvolvimento da DH envolve genética e o meio ambiente, o primeiro suscetibilizando e o segundo entregando os elementos deflagradores do processo autoimune contra a tireoide, ou protegendo-a, o que justifica as diferentes prevalências de DH entre os vários continentes, com 14,2% na África,11% na Oceania, 8,0% na América do Sul e Europa, e 7,8 % na América do Norte, enquanto a menorprevalência foi encontrada entre os adultos asiáticos, 5,8 %.

Em nosso meio, felizmente, a detecção da DH ocorre em exames de rotina, através da detecção dos anticorpos antitireoidianos. Eventualmente, estes anticorpos estão presentes, denunciando a DH, masa função da tireoidepode continuar preservada por muitos anos.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;