Cultura & Lazer Titulo
Oscar: troca do tapete vermelho quebra tradição iniciada em 1961
13/03/2023 | 07:00
Compartilhar notícia


Mesmo com o tempo chuvoso, que tornou o dia menos claro, a chegada dos artistas para a 95.ª cerimônia do Oscar, neste domingo, 12, foi ainda com o dia claro. Mesmo com o horário de verão vigorando a partir deste mesmo domingo, às 15h (horário local), quando começa a chegar boa parte das estrelas, a iluminação natural ainda era clara.

"É por isso que trocamos a cor do tapete que cobre a passarela de recepção dos artistas de vermelho para champanhe", explicou Lisa Love, colaboradora da Vogue, que teve a ideia ao lado de Raúl Àvila, diretor criativo do Met Gala em Nova York.

Segundo eles, a mudança ocorreu para ajudar a transformar a chegada das estrelas em um evento noturno. Para Love, sempre houve uma desconexão entre o elegante código de vestimenta de gravatas-borboleta e vestidos de baile com o fato de que era meio da tarde em Los Angeles, quando as pessoas chegam para serem fotografadas à luz do dia. "Transformamos um evento diurno em um noturno", disse Love. "E é mais elegante - afinal, é champanhe", acrescentou Bill Kramer, CEO da Academia de Hollywood.

A mudança quebrou uma tradição iniciada em 1961, quando o 33.º Oscar foi realizado no Auditório Cívico de Santa Monica. Naquele ano, Se Meu Apartamento Falasse, de Billy Wilder, ganhou o prêmio de Melhor Filme, Burt Lancaster e Elizabeth Taylor ganharam os prêmios de ator e atriz e ainda houve um "prêmio da juventude" para Hayley Mills por Pollyanna.

Origens

A origem do tapete vermelho antecede em muitos séculos o próprio Oscar. Ele aparece primeiro na literatura, no texto da peça Agamenon, escrita em 458 AC. Ao voltar da cidade de Troia, Agamenon é recebido por sua esposa, Clytemnestra, com um belo tapete vermelho, sobre o qual deveria passar ao entrar na cidade.

A tradição se aproximou dos norte-americanos no início do século 20, quando as estações de trem de Nova York passaram a estender tapetes vermelhos para a chegada de passageiros ilustres. Hollywood viu um tapete vermelho em 1922, na abertura do Egyptian Theatre, quando ocorreu a estreia do filme Robin Hood.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;