Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Arena de Diadema deve sair neste mês


Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

14/02/2008 | 07:00


O sonho de colocar Diadema como parte integrante das principais rotas do futebol brasileiro vai ser concretizado ainda neste mês. Pelo menos é o que garantiu ontem o secretário de Esportes de Diadema, Wladimir Rodrigues dos Santos.

O ex-lateral do Corinthians afirmou que a pedra fundamental para a construção da Arena de Diadema, estádio multiuso com 40 mil lugares e fruto de uma parceria iniciada em 2005 – que envolve a Prefeitura, o Santos e a construtora alemã Hellmich –, está perto de ser lançada.

“Ainda não temos um dia certo, mas fecharemos o contrato até o final de fevereiro. As reuniões que tivemos com a diretoria do Santos neste ano dão boas mostras de que está perto”, disse Wladimir. “Na verdade, falta acertar alguns aspectos operacionais e questões fundiárias, como a aquisição e doação do terreno para a construção, que foram exigidos em parte pelo Santos como garantia. Estamos ainda nesse processo, mas no caminho certo”, completou.

Estima-se que o orçamento para o estádio é de R$ 250 milhões. Ele ocuparia uma área de 800 mil metros quadrados e deve ser construído nas proximidades do km 20 da Rodovia dos Imigrantes, na região do Eldorado. O montante seria investido pela empresa alemã Hellmich que, em troca, teria a concessão de uso do estádio por dez anos. Após o período, a Arena seria definitivamente do Santos.

O secretário revelou que a parceria teve início após a visita de representantes da Hellmich à cidade do Grande ABC. Na ocasião, as autoridades de Diadema propuseram o empreendimento aos alemães, que aceitaram com a condição deste ser vinculado obrigatoriamente a algum grande clube brasileiro.

As opções imediatas foram o Corinthians e o Santos, clubes de grande expressão e com estádios de menor porte. O Alvinegro praiano abrigou a idéia de imediato. O presidente Marcelo Teixeira, na época, chegou a se reunir várias vezes com os representantes da cidade, mas o projeto não saiu do papel.

No final do ano passado, porém, uma nova visita do grupo alemão ao Brasil e a confirmação do País como sede da Copa do Mundo de 2014 reaqueceram o tema.

Durante seu discurso na cerimônia de posse como presidente reeleito no final do ano passado, Teixeira, inclusive, vislumbrou a Arena de Diadema como uma das metas do clube para os próximos anos.

O presidente também revelou ter assinado um protocolo de intenções com autorização para a parceria usar a marca Santos F.C.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;