Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Projeto de segurança abrange estádios


Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

14/02/2002 | 00:51


Os estádios de futebol do Brasil podem, finalmente, tornar-se mais seguros, num movimento iniciado principalmente depois da tragédia de São Januário, no dia 30 de dezembro de 2000, na final da Copa João Havelange, entre Vasco e São Caetano. Na ocasião, a queda de alambrado provocou cerca de 200 feridos. Projeto do deputado Ronaldo Vasconcellos (PL-MG), que estabelece normas de segurança em estádios com eventos esportivos e públicos, já está pronto para ser incluído na ordem do dia do Plenário da Câmara. O projeto, segundo a Agência Câmara, já passou pelas comissões de Educação, Cultura e Desporto; Constituição e Justiça e de Redação; Finanças e Tributação e Relações Exteriores e de Defesa Nacional.

Estádios com capacidade igual ou superior a 5 mil torcedores, como os quatro do Grande ABC utilizados para jogos entre equipes profissionais (Anacleto Campanella, Bruno Daniel, Municipal de Mauá e Vila Euclides), já terão de se adaptar às novas normas, caso os deputados aprovem o projeto. Os estádios terão de apresentar portões com sistema automático para a contagem de pagantes; separação entre arquibancadas e campo igual ou superior a 15 m, para evitar arremesso de objetos, além de recursos que impeçam a invasão de campo. Para evitar o risco de uso como “armas mortais”, o texto proibe colocação de grades e alambrados. Saídas de emergência também serão obrigatórias, segundo o projeto, assim como serviço médico e de remoção de feridos em acidentes ou tumultos.

Em caso de aprovação, ingressos terão de ser numerados conforme o lugar de torcedor, além da proibição de venda em número superior à da capacidade do estádio e da inclusão de seguro de vida do torcedor. O projeto impede ainda a venda e o consumo de bebida alcoólica nos estádios. A desobediência de qualquer item será considerada crime, com os responsáveis sujeitos a pena de detenção.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;