Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ex-funcionários de estatais fazem manifestação no Palácio do Planalto


Da Agência Brasil

04/09/2006 | 18:06


Cerca de 100 anistiados da Companhia Vale do Rio Doce e da Empresa Brasileira de Transportes Urbanos pediram nesta segunda-feira, em frente ao Palácio do Planalto, uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou com algum representante do governo. A intenção é que o governo garanta a reintegração de todos os servidores que foram demitidos no governo do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

De acordo com o coordenador do Movimento dos Anistiados da Vale do Rio Doce, Jorge Teixeira, os manifestantes querem que o governo assine uma minuta que, segundo ele, está no departamento jurídico da Casa Civil para ser analisado.

“O documento permitirá a reintegração e a indenização de todos os anistiados. Estamos aqui para tentar essa audiência, que servirá para que alguém nos dê uma diretriz, para ver como será resolvida essa questão da lei 8878, que demitiu vários funcionários injustamente na época do governo Collor”,  explicou.

José Zito de Brito, funcionário da Vale do Rio Doce que trabalhou na empresa há mais de 15 anos, comentou que, além de perder o emprego, teve um prejuízo que chega a R$ 1 milhão. “O que eu mais quero é poder, pelo menos, tratar da minha família. Meus filhos terem, pelo menos, dinheiro para ir a escola”, contou.

Ernestina Silva, outra funcionária da Companhia, falou que trabalhou como auxiliar de enfermagem na companhia e hoje não sabe o que fazer. “Estou sofrendo porque não tenho dinheiro. Eu quero recuperar tudo o que perdi quando a Vale me demitiu”, ressaltou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;