Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Moreira Franco deixa o governo FHC


Do Diário OnLine

08/11/2001 | 00:25


O assessor especial da Presidência, Moreira Franco, entregou sua carta de demissão nesta quarta a Fernando Henrique Cardoso. De acordo com informações do Jornal da Globo, o ex-governador do Rio sai para bater de frente com Itamar Franco e barrar as intenções do mineiro de sair como candidato do PMDB à sucessão presidencial em 2002.

A saída de Moreira Franco foi articulada com o próprio presidente. A avaliação é que, caso permanecesse no Planalto, suas ações contra Itamar respingariam diretamente em FHC. Fora do governo, estaria posicionado de maneira mais independente.

Moreira Franco vai jogar pesado para favorecer a candidatura de Michel Temer, presidente do PDMB, nas prévias do partido, inicialmente marcadas para março do ano que vem. Temer ainda não decidiu se vai disputar com o já declarado pré-candidato Itamar Franco.

Apesar de oficialmente não ser ministro, Moreira Franco tinha mais poder do que muitos titulares de pastas no governo Fernando Henrique. Ele ocupava uma sala a apenas 50 metros da do presidente no Planalto. É um dos nomes de maior influência no PMDB governista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moreira Franco deixa o governo FHC

Do Diário OnLine

08/11/2001 | 00:25


O assessor especial da Presidência, Moreira Franco, entregou sua carta de demissão nesta quarta a Fernando Henrique Cardoso. De acordo com informações do Jornal da Globo, o ex-governador do Rio sai para bater de frente com Itamar Franco e barrar as intenções do mineiro de sair como candidato do PMDB à sucessão presidencial em 2002.

A saída de Moreira Franco foi articulada com o próprio presidente. A avaliação é que, caso permanecesse no Planalto, suas ações contra Itamar respingariam diretamente em FHC. Fora do governo, estaria posicionado de maneira mais independente.

Moreira Franco vai jogar pesado para favorecer a candidatura de Michel Temer, presidente do PDMB, nas prévias do partido, inicialmente marcadas para março do ano que vem. Temer ainda não decidiu se vai disputar com o já declarado pré-candidato Itamar Franco.

Apesar de oficialmente não ser ministro, Moreira Franco tinha mais poder do que muitos titulares de pastas no governo Fernando Henrique. Ele ocupava uma sala a apenas 50 metros da do presidente no Planalto. É um dos nomes de maior influência no PMDB governista.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;