Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alexandre dá mais 15 dias para PF investigar homem que ameaçou 'caçar' ministros



05/08/2022 | 18:33


O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu mais 15 dias para a Polícia Federal (PF) concluir a investigação sobre o extremista Ivan Rejane Fonte Boa Pinto, preso preventivamente depois de divulgar vídeos com ameaças ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e aos membros do STF.

A decisão atendeu a um pedido da própria Polícia Federal, que aguarda o término da perícia nos equipamentos eletrônicos apreendidos com Pinto para apresentar o relatório da investigação e dizer se vê elementos para indiciá-lo. Em depoimento, o extremista escolheu ficar em silêncio e não respondeu às perguntas dos investigadores.

Ao pedir a prisão do homem, a PF apontou indícios dos crimes de associação criminosa e abolição violenta do Estado Democrático de Direito. Os policiais alegaram ver risco de que o discurso dele inflamasse "atos extremos contra a integridade física de pessoas politicamente expostas". O mandado foi cumprido na segunda-feira, 1º.

Em um dos vídeos, Pinto diz que vai "invadir" e "destituir" o STF e "pendurar os ministros de cabeça pra baixo". Ele também promete "caçar" os ministros, o ex-presidente Lula, a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;